Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A epidemia do preconceito

    Preconceito, conceito antecipado, opinião fomada sem reflexão, injustiça. Mas que tipos de preconceitos existem?Muitos: racial, cultural, religioso, social, entre tantos outros. Quem tem preconceito não é feliz com seus irmãos, nem consigo mesmo, pois como pode viver bem uma pessoa que tem inveja e não aceita o outro?
     
    Grande parte das pessoas tem preconceito, nem que seja o mínimo, desde o linguajar até nas suas ações do dia-a-dia. Um exemplo bem claro é o preconceito racial, que é principalmente contra os negros e índios. Quem nunca falou "isso é coisa de negro" entre outras expressões sem fundamento. São expressões que se falam, talvez, não por ter preconceito, mas por conviver com pessoas que são realmente preconceituosas.
     
    Como explicar o preconceito contra pessoas de outros países culturas e religiões?Um exemplo nos dias atuais é o confronto no Oriente Médio para possuir território, em que inocentes são mortos por um ideal que dizem ser coletivo.
     
    Estava lendo um texto dias atrás, que tem muito a nos ensinar sobre o preconceito, dizia o seguinte: "O teu Cristo é Judeu, o teu caro é alemão, a tua pizza a italiana, o teu hambúrguer é americano, a tua democracia é grega, o teu café é africano, o teu relógio é suiço, o teu perfume é francês, os teus números são árabes, então não trates teu irmão como um estranho".

    O preconceito social, entre as classes sociais, então,  é o cúmulo da ganância e da inveja. Inveja dos pobres contra os ricos, ganância dos ricos em não partilhar o que têm.  Esse tipo de preconceito tem como base os pecados do "ter" e do "poder". Não sei se posso julgar como preconceito mas os hospitais e postos de saúde são uma injustiça só.Qual pobre que vai poder pagar um bom atendimento médico? E quando o problema é grave e só aceitam pessoas com convênio particular? Muitas pessoas morrem na fila de espera dos hospitais, esperando uma vaga pelo SUS, que é de graça, mas como diz a gíria popular "o barato as vezes sai caro". Mas e quem não tem a opção de escolher o caro?

      O preconceito só gera ódio, desavenças, conflitos, guerras! Que tal vivermos num mundo mais fraterno? Então paremos logo com o preconceito, pois o mundo pode acabar não por um cometa, por uma bomba nuclear ou por doenças, mas por uma EPIDEMIA DE PRECONCEITOS.

@Direitos autorais reservado"
Bide
Enviado por Bide em 30/06/2006
Reeditado em 30/06/2006
Código do texto: T185257
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bide
Farroupilha - Rio Grande do Sul - Brasil, 26 anos
5 textos (474 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:30)
Bide