Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cumprimentos a Taubaté

Em sua 53ª edição a bonita cidade de Taubaté realiza sua Semana Espírita. Utilizando-se das confortáveis instalações do Teatro Metrópole, no centro da cidade, o evento de 2006 reuniu oito palestras, sempre precedidas de apresentações artísticas.
Estive na noite de abertura, no dia primeiro de julho, acompanhado do cantor espírita Wanyr Caccia, da capital paulista, que integrou a palestra. Com apoio da Prefeitura Municipal a USE local, reunindo 21 instituições, demonstrou todo seu carinho para com a causa espírita, como vem ocorrendo anualmente.
Não tenho detalhes históricos da Semana, que anualmente acontece, porém pude perceber nos rápidos contatos com seus organizadores o carinho com que é planejada. A apresentação que antecedeu minha palestra foi memorável. A banda do exército iniciou com execução do Hino Nacional Brasileiro e apresentou outras peças musicais belíssimas, de grandes clássicos da música universal. Belíssima e emocionante apresentação.
A abertura, solene, contou com a presença da primeira dama do município, entre outras autoridades e personalidades do movimento espírita local, entre os quais a presidente da USE local, Marina Ferri, que em sua saudação aos presentes, destacou o papel da USE, falou sobre as atividades das instituições em Taubaté e abriu a Semana.
O evento, semelhante a outros que ocorrem em todo Brasil inspirados pelo ideal espírita, poderia ficar restrito à divulgação regional e registrado apenas na história do movimento espírita brasileiro como mais uma iniciativa para expansão do pensamento espírita. Todavia, ao presenciar a abertura do evento – com sua organização e envolvimento das instituições e pessoas ali presentes –, ensejou-me uma vez mais pensar na importância da Doutrina Espírita em nossas vidas. Como é bela e extraordinária nossa querida Doutrina Espírita!
E, ao mesmo tempo, é comovedor pensar nas ações que o Espiritismo consegue inspirar em toda parte. Por mais distante que possamos ir, sempre encontraremos a dedicação, na maioria das vezes de décadas de perseverança – como é o caso –, de valorosos companheiros que persistem na abençoada tarefa de divulgar o Espiritismo, apresentá-lo ao grande público (como também é o caso, em ambiente externo ao centro espírita) e proporcionar esses momentos que, embora de rápida passagem, sempre exercem benéfica influência na harmonia psíquica e espiritual dos ambientes e sobre  pessoas que possam presenciá-los.
Desejo cumprimentar a dedicação dos valorosos amigos da simpática cidade paulista, nas pessoas de Marina e Licínia. É da soma desses esforços coletivos e individuais, em todo Brasil – e atualmente com grande expressão em todo o planeta – que surgem os benefícios da ampla divulgação do Espiritismo.
Sabemos que não é fácil organizar um evento, por menor que seja. Preocupações, providências, planejamento e divulgação, envolvimento de equipes, equipamentos, etc. fazem a agradável aflição do antes, durante e depois que acontecem. Sempre perceberemos, afinal, que, apesar dessas preocupações todas, sempre vale muito organizá-los. É que espalham este tesouro que detemos (interessante que com o dever justamente de espalhá-lo) em mãos: o conhecimento espírita.
Cumprimentando Taubaté desejamos, isto sim, estender os mesmos cumprimentos para amigos e instituições, em toda parte, por este esforço que não devemos deixar cessar. É um tesouro de bênçãos que não devemos reter, mas sim espalhar. Aqueles que não conhecem o Espiritismo muito serão beneficiados com o conhecimento da transitoriedade da existência humana ao lado da perenidade do espírito imortal. Este detalhe da imortalidade da alma, e seus desdobramentos, talvez seja uma das maiores necessidades de conhecimento de nosso tempo.
Com a gratidão e cumprimentos aos amigos, nossa absoluta convicção e estímulo para que todos, todos mesmo, continuemos a organizar e incentivar os eventos para a divulgação espírita. Eles unem os espíritas, divulgam o ensino e fortalecem os elos dessa expansão em toda parte, construindo a história do Espiritismo.
Estiveram também presentes na Semana os oradores Moacir Costa de Araújo Lima (RS), Avildo Fioravante, Irvênia Prada, Antonio Dias, Ana Catarina Elias, José Maria de Medeiros (todos de SP) e César Soares dos Reis (RJ). Contatos com aquela USE pelo e-mail licinia@uol.com.br ou pelo tele
Orson
Enviado por Orson em 03/07/2006
Código do texto: T186685
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orson
Matão - São Paulo - Brasil, 56 anos
298 textos (94312 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:27)