Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poder da persuasão.




Constantemente vemos, que algumas pessoas destacam-se das demais. Ao analisarmos a historia da humanidade, podemos observar que muitos foram os homens e mulheres que se destacaram através do poder de persuasão, nas mais diversas áreas de atuação.

Muitos foram influenciados e outros influenciaram, mas todos teem algo em comum. Todos, absolutamente todos, nunca desistiram de seus sonhos, lutaram com afinco pelos seus ideais, sempre acreditaram nas suas idéias e nos seus propósitos, nas suas atitudes.

Vejamos alguns exemplos.

Mohandas Gandhi, foi um ativista indiano que lutou para libertar a Índia do governo Britânico, em suas manifestações sempre usou o conceito da “não violência”, em suas ações nunca deixou de buscar a paz interior. Abandonou toda e qualquer coisa que representasse riqueza ou sucesso. Inteligente e sensato foi indicado cinco vezes para o premio Nobel da Paz, porem nunca o recebeu.

Inspirado por Gandhi, Martin Luther King, tornou-se um dos mais importantes lideres do ativismo pelos direitos civis de negros e mulheres nos Estados Unidos, era pastor da Igreja Batista e ganhou o premio Nobel da Paz em 1964, poucos anos antes de seu assassinato em 1968.

Apesar de não ser alemão, o ideólogo, político e ditador da Alemanha, Adolf Hitler, tornou-se um dos mais cruéis ditadores de todos os tempos. Foi o grande inspirador e amigo de Benito Mussoline, ditador italiano. Sua política de ditadura nazista governou a Alemanha de 1933 a 1945. Seu objetivo era erradicar da face da terra o Comunismo e o Judaísmo. Absolutamente inteligente e muito mal humorado, Hitler, foi o responsável direto pela morte de aproximadamente 50 milhões de pessoas.

Imperador da França durante 15 anos, Napoleão Bonaparte, conquistou à força grande parte do continente europeu. Alem do seu espírito de liderança, Napoleão também era muito talentoso e exímio estrategista, tinha grande habilidade para empolgar seus soldados com a promessa de riquezas e glorias.

Apesar das diferenças ideológicas, das ações e dos propósitos desses exemplos, cada um desses homens, trazia em seu interior algo em comum, traziam o desejo da mudança e um enorme poder de persuasão. Dotados deste grande poder todos eram grandes influenciadores de pensamentos e atitudes. Todos eram grandes formadores de opinião.

Porem enquanto um plantava a paz o outro semeava a guerra, enquanto se pregava à ordem e a igualdade entre as raças, lutava-se a favor do preconceito e da intolerância.

Munidos do poder da persuasão, podemos nos destacar através de nossa ideologia. Porem devemos respeitar nossos limites e principalmente o limite alheio. Para tanto, é de fundamental importância o uso do bom senso. Não há duvidas que devemos fazer do nosso poder de persuadir o nosso aliado, contudo é nossa obrigação usá-lo para o beneficio coletivo.

Amigo leitor, nunca deixe de acreditar em suas idéias e nos seus sonhos, mas tenha muita destreza em suas ações e atitudes, pois com a mais absoluta certeza, elas sempre influenciarão alguém. Sejamos, portanto, lembrados como bons exemplos e jamais pela a tirania, como os ditadores de outrora.

Reginaldo Cordoa, futuro Administrador de Empresas e Apaixonado pela Vida.
06/07/2006
Reginaldo Cordoa
Enviado por Reginaldo Cordoa em 09/07/2006
Código do texto: T190516
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reginaldo Cordoa
Matão - São Paulo - Brasil, 46 anos
95 textos (23233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:44)
Reginaldo Cordoa