Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

      A NASCENÇA - DA ORIGEM AOS DIAS ATUAIS 
                          DE BREJO SANTO


         A origem de Brejo Santo está ligada às minas d'água existentes no pé do serrote, especialmente ao grande reservatório que tem o nome de Nascença.

        Segundo a tradição oral e escrita ali nas imediações da mesma viveram os primeiros habitantes desta gleba: os índios Cariris. Do outro lado do serrote existe um cemitério indígena onde são encontradas muitas peças de arte.

        Com a chegada do homem branco através das sesmarias e do criatório de gado, ali ao lado do grande açude foi construída a primeira casa, de taipa com alpendre, para abrigá-lo.

        A primeira estrada, a dos boiadeiros, passava no terreiro da casa da Nascença, e aquele era um local de descanso para os viajantes que vinham da Bahia e do Pernambuco para o Vale do Cariri. Ali eles se reabasteciam de gêneros alimentícios para dar prosseguimento à viagem.

       As terras do sítio ou fazenda Nascença e do Brejal vizinho foram o primeiro embrião da povoação que deu origem à cidade atual.As terras dos sítios "Nascença" e "Brejo" acolheram os primeiros povoadores deste município.

       O nome "Brejo da Barbosa" encontrado nas primeiras escrituras de terras locais foi dado aos brejos pertencentes a D. Maria Barbosa, primeira proprietária do sítio Brejo.

       As terras situadas próximas à grande nascente pertenceram até 1850 aos irmãos Santos, motivo pelo qual estas passaram a ser chamadas de "Brejo dos Santos", segunda denominação deste rincão.

        A Nascença pertenceu depois do massacre dos irmãos Santos a alguns proprietários.Porem, em 1858, aqui chegou uma família de Águas Belas- PE, e , a partir daí o cenário local mudou.Com essa e outras que para cá se dirigiram depois, teve início o progresso, tendo como principal figura o jovem Basílio Gomes da Silva que foi mais tarde coronel da Guarda Nacional. Basílio é considerado pelos historiadores o fundador e o patriarca da cidade. Sua luta teve início com a construção da capela. Em seguida se empenhou pela criação do Distrito, que foi criado em 1876. E depois tudo fez para a emancipação política.Brejo dos Santos foi elevada a Vila em 05 de novembro de 1890.Aos 20 de dezembro de 1938 passou a cidade com o topônimo simplificado para "Brejo Santo".

        A Nascença foi fundamental para a vida social, econômica e política da cidade desde sua descoberta, especialmente quando alí residia o coronel Basílio, e até a última década do milênio passado.

        Nos últimos anos vem se registrando um processo de esgotamento das minas d'água existentes no pé do serrote, inclusive da Nascença, que já não exercia o mesmo papel de antes.

       Jamais se pensou que fosse possível ver aquela nascente para de jorrar. A Nascença faz parte da vida do povo desta terra, da sua história e da cultura, embora pertença a um proprietário particular.




Obs: Artigo escrito aos 11 de novembro de 2005 e lido na Câmara Municipal de Brejo Santo por ocasião da visita da Secretária Estadual de Cultura do Estado a fim de que algo fosse feito para tombamento da Nascença . Este foi um pedido de socorro em prol da Nascença que havia secado pela primeira vez na história de Brejo Santo.Anexo a este foram entregues fotos e requerimento.


Com som em:
http://www.marineusantana.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=203756
marineusa
Enviado por marineusa em 28/07/2006
Reeditado em 26/08/2007
Código do texto: T203756

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (marineusantana@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marineusa
Brejo Santo - Ceará - Brasil, 71 anos
1726 textos (322759 leituras)
39 áudios (29264 audições)
18 e-livros (9104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:34)
marineusa