Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARTILHAR E ACUMULAR

     

 "O que tem duas túnicas, dê uma ao que não tem”.
                       S. João Batista  (Lc., 3,11)


O suíço Jean Ziegler, professor na Universidade de Genebra, critica a idéia de Adam Smith de que a riqueza não se adquire de ninguém. E argumenta: os bilhões de dólares que se acumulam nos bancos suíços não vieram do espaço. Vieram do Brasil, do Zaire, Filipinas e de outros países do Terceiro Mundo. São o sangue e a miséria de povos da África, da Ásia e da América Latina.

O cientista brasileiro Josué de Castro considerava que o subdesenvolvimento de uns era um produto do desenvolvimento de outros.A pobreza é apenas o reverso da afluência.

O professor suíço e o sábio brasileiro encontram respaldo na ciência física. É uma verdade decorrente da primeira lei da termodinâmica que o homem não tem capacidade para criar ou destruir matéria ou energia. Em conseqüência, não há forma de aumentar o estoque de riqueza do Planeta. Se uma parcela da humanidade acumula riquezas, isso se faz a expensas das outras parcelas.

Há mais de mil e seiscentos anos, S. Basílio Magno, que não sabia nada de termodinâmica, pregou: “Ao faminto pertence o pão que você guarda em seu armário. Ao homem nu, o agasalho que jaz pendurado e que você não usa. Ao que anda descalço pertencem as sandálias que estão se estragando em sua prateleira. O dinheiro acumulado por você pertence aos miseráveis”.

José Lisboa Mendes Moreira
Enviado por José Lisboa Mendes Moreira em 30/07/2006
Reeditado em 30/04/2007
Código do texto: T205254
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lisboa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
33 textos (69548 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:23)
José Lisboa Mendes Moreira