CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Variação Lingüística


                 A linguagem humana varia de acordo com o grau de contato entre os seres que constituem a comunidade universal.
                Analisar cientificamente uma língua não é nada fácil, basta lembrar que qualquer língua é uma realidade estrutural infinita. O número de regras com os quais organizamos o enunciado é infinito.
Uma língua é um objeto histórico, sujeita as eventualidades próprias de tal tipo de objeto.
               A língua não se esgota em sua estrutura. Acrescentemos a toda esta gama de variedades as peculiaridades de fala e escrita de cada um dos falantes e começaremos a ter uma idéia da imensidão da língua.
              Diante de um quadro inesgotável de recursos, podemos afirmar que uma língua é um universo infinito e em contínuo movimento, podemos acrescentar o imenso continente que é o uso figurado da linguagem.
              Diante de todo esse quadro praticamente inesgotável de recursos, podemos afirmar que uma língua é um universo infinito e em contínuo movimento. A língua é uma realidade dinâmica, plástica aberta em continuo movimento. Ainda que conhecêssemos todos os princípios de construção dos enunciados da linguagem em todas as suas variedades, não podemos perder de vista outro fato importante para apreendermos a complexidade da língua.
              É uma ilusão achar a que podemos abarcar a língua em sua totalidade. Ilusão maior, é querer domara a língua, embora a chamada língua – padrão seja um “peixe ensaboado", isso não significa que não devemos nos ocupar dela.
             Para que a língua-padrão cumpra de fato seu papel, nós precisamos superar criticamente a cultura do erro que tem sido tradicionalmente associada a ela entre nós precisamos superar criticamente a cultura do erro que tem sido tradicionalmente associada a ela entre nós,substituindo essa atitude negativa, inquisitorial, condenatória por uma atitude mais condizente..
             A capacidade verbal de cada membro de uma comunidade lingüística homogênea do ponto de vista geográfico é adquirida num meio caracterizado por normas de conduta e padrões culturais, lingüísticos, diferentes aos de outros membros pertencentes a um setor distinto.
              A diversidade lingüística não-histórica não se restringe as relações interindividuaís. Neste sentido, cada ato lingüístico apresenta um estilo especifico.


Variação Lingüística:

ABC do Sertão
Música de Luiz Gonzaga

Lá no meu setão
 pros caboclo lê
tem que aprender
um outro ABC
o jota é ji, o éle é lê
o esse é si, mas o erre tem nome de rê
 até o ypsilon lá é pissilone
 o emem é me, o ene é nê
o efe é  fé, o ge chama-se guê
Na escola é engraçado ouvir-se tanto “ê”
A, bê, ce,dê,
fé guê, lê,
me, nê, pê,
quê, rê, te,
 vê e Zé.

 Esta música mostra variação lingüística adotada nas escolas da região nordeste onde o Alfabeto tem uma pronuncia  peculiar especifica da região.


REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Gamacho. G. Roberto; variação lingüística  e os tipos de variação
Faraco. Carlos Alberto: http//:www.discutindolinguaportuguesa.com.br/reportelinguisticab.asp


Monoludica
Enviado por Monoludica em 21/02/2010
Código do texto: T2099786

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Monoludica
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 49 anos
20 textos (30587 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/08/14 15:14)