Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR PELA PÁTRIA

Pátria, essa palavra é tão pequena; apenas três sílabas e seis letras. Contudo, ela encerra em si um significado muito grande, imenso, incomensurável até, mas nós quase sempre esquecemos disso ou lembramos dessa palavra apenas para dar a ela um significado muito distante daquele pro qual deveríamos.
 O que é a Pátria? Onde exatamente podemos encontrar algo que torne essa palavra um objeto mais palpável, que a aproxime mais de nosso cotidiano? O Brasil é a minha Pátria, a nação de todos nós brasileiros filhos legítimos ou adotados desta terra mais garrida. É essa a personificação de Pátria para mim. E para os brasileiros? Será a mesma coisa?
Em alguns dias estaremos comemorando a “independência” do Brasil e a semana da Pátria. Voltemos um pouco no tempo, bem pouco mesmo; até o mês de junho deste mesmo ano. Em todos os cantos desse país havia pessoas arrumando ruas, pintando muros, comprando plásticos e tecidos em verde e amarelo, enfeitando suas casas, prédios e a si mesmas nas cores da Pátria. Tudo isso por que a seleção brasileira de futebol estava disputando uma copa, havia um profundo sentimento de patriotismo em todos os rostos e em cada sorriso de criança. Uma verdadeira festa do senso de responsabilidade patriótica, todos deveriam torcer pelo time, se esgoelar diante das telas de TV quando a equipe adversária estivesse atacando, vibrar a cada ataque da seleção e ir as raias do êxtase a cada gol feito por nossos bravos heróis do futebol.  Coitados daqueles, como este humilde escritor, que não entendiam e não entendem todo esse euforismo com a copa.
Não entendo o fato do termo patriotismo ser tão usado nessa época. Lembro que quando eu ia para a sala torcer, contra a seleção é claro, me diziam que estava sendo antipatriota; que a seleção estava defendendo o Brasil, que o título é muito importante e todas essas coisas que falam sobre a relevância da taça de campeão mundial de futebol.
Agora vamos aos fatos, exatamente o que a seleção brasileira estava defendendo? Que me conste a guerra do Paraguai foi há muito tempo atrás e desde que me entendo por gente nunca ouvi falar que nossa nação corria perigo de ser invadida, pelo menos oficialmente. (Abro esse parêntese para dizer que sei da importância, se não todas ao menos a econômica, que a copa tem e não pretendo desmerecer o trabalho dos profissionais que estavam tão longe de casa para disputar o evento) Deixe-me dizer o que estava sendo defendido, o status de melhor futebol do mundo; e o que isso tem de relevante para todos os brasileiros? Nada!! Pelo menos para a maioria de nós, pois os únicos que lucram alguma coisa com esse evento são os que lidam com os produtos vendidos nessa época e os integrantes da própria seleção. Com o fim da copa o que ganha nossa nação? Se a seleção tivesse saído de lá vencedora que benefícios isso traria? A inflação baixaria? O analfabetismo deixaria de existir? Haveria uma redução drástica nos impostos? Saneamento para todos? Escolas com infraestrutura e pessoal bem preparado e muito bem remunerado? Talvez a extinção do desemprego? Não, nenhuma dessas coisas aconteceria, sabe por quê? Somos Pentacampeões Mundiais de Futebol!!! E nenhuma das coisas que falei aconteceu quando ganhamos nossa primeira copa ou nas quatro seguintes. Um amigo meus costuma gozar dizendo que pentacampeões mundiais de futebol pode ser traduzido pra P.M.F. Povo Muito F...
Estamos a pouco mais de uma semana do dia da “Independência” e não vejo uma bandeirola da nação tremulando em alguma janela, não há um desfile de camelôs oferecendo apitos e cornetas verde-amarelas e tampouco vejo pessoas andando alegres pelas ruas com as cores da bandeira na camisa e nos enfeites do corpo. E cada brasileiro acreditava estar sendo patriota nessas demonstrações na época da copa, isso não é patriotismo está mais para fanatismo futebolístico. A semana da Pátria vai chegando e ninguém parece se dar conta disso; será um dia comum e passaremos por ele incólumes. Nem mesmo nossos estudantes parecem dar ao fato importância; estão mais interessados em se preparar para o desfile da banda da escola, pois querem que a deles seja a melhor.
Nisso se resume o patriotismo do brasileiro. Mas ser patriota é muito mais que isso; não jogando lixo nas ruas, cedendo o assento ou o lugar na fila para os idosos ou gestantes, saber o hino nacional. Podem dizer que isso é civismo, mas essas palavras são praticamente irmãs. Patriotismo é ir votar não por que é obrigatório, mas por que você conhece o trabalho do candidato e acompanhou-o nos últimos quatro anos ou sabe que o candidato apesar de nunca ter cumprido um mandato é honesto e não irá roubar nosso dinheiro; patriotismo é acompanhar de perto o que os governantes estão fazendo na sua cidade, no estado e no país; patriotismo é não roubar o imposto de renda, patriotismo é se reunir com seus amigos e vizinhos e exigir mais educação, atendimento de saúde publica eficiente, mais policiamento e saneamento básico é não se calar perante as injustiças praticadas por quem quer que seja. Isso é patriotismo!!!
    Talvez o que estou dizendo seja utópico ou passível de incompreensão. Afinal por que o cidadão comum deveria saber o que é patriotismo? Não é um produto anunciado em outdoors, não é a letra da música mais tocada nas rádios, não faz parte da trama de nenhuma novela de qualquer horário ou canal e nem é anunciada com estardalhaço nos telejornais. Por que meus patrícios deveriam ter conhecimento desse assunto?
É claro que existem patriotas nessa nação. Mas estão subjugados pelo peso dos horrores que temos visto acontecer em nosso país e quase se afogando no sentimento de repulsa perante tantos desmandos, mentiras e corrupção que dominam nosso meio político.
    Realmente querer que alguém seja patriota é pedir muito. Como agir com patriotismo num país onde aqueles que deveriam nos defender e usar dos recursos que tem para melhorar nossas vidas são os primeiros a nos prejudicar? Como ter amor pela Pátria se os governantes criam leis que cada vez mais beneficiam a eles mesmos e deixam o povo mais e mais desamparado? Como ser cívico se os que deveriam defender nossos lares e nossas vidas são os primeiro a nos constranger e até mesmo nos furtar? Patriota, como se somos obrigados a viver dentro de nossas casas atrás de grades por que os criminosos agem impunemente? Como ensinar patriotismo a nossos filhos se a família tem tanta preocupação com segurança e impostos para pagar e as escolas públicas estão aquém do papel que deveriam desempenhar? Como ser patriota se somos obrigados a exercer nosso papel de eleitores e depois suportar a humilhação de ver que nosso voto teve tanta importância quanto um absorvente usado? Patriota?!!! Como se a imagem de nosso país vendida lá fora é de mulheres com nádegas exuberantes e excelentes jogadores de futebol?
Estou envergonhado, queria ser patriota. Mas quem se importa não é mesmo? O mais importante é que nesse fim de semana vai ter aquele reggae maneiro no bar do cabeleira, ou a have do ano vai bombar, aquela festa de rodeio na agrofest vai ser um estouro, o aniversário do DJ alguma coisa na sede tal, o festão da aparelhagem Estoura Tímpano, a festa mais esperada na boate Extreme Xique. Pra que se importar com a roubalheira no congresso ou o estouro da violência nos grandes centros urbanos? Meu time de futebol vai disputar o campeonato estadual.
E além do mais Deus é brasileiro, temos lindas paisagens, somos um grande país em extensão territorial, possuímos uma vasta riqueza mineral, detemos uma fonte quase inesgotável de água e uma biodiversidade tão ampla que muitas espécies animal e vegetal ainda são desconhecidas; sem falar que não temos tremores de terra, não somos fustigados por ciclones, tufões ou tornados e nem temos disputas religiosas ou políticas acirradas que acabam gerando derramamento de sangue e guerras civis.
Então estufemos o peito, pois lá vai o nosso atacante recebendo a bola no meio do campo dribla dois e toca para o centrovante que seque pela lateral driblando três chegando a grande área e tocando de volta para o atacante que chuta entre as pernas do goleiro e é goooooooooooooooooooooooooooollllllllllllllllllllllllllllll!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! O Brasil é Pentacampeão Mundial de futebol!! Se Deus quiser seremos Hexacampeôes em 2010. Ouviram do Ipiranga as margens... Como é mesmo o resto da letra?
   
   
             
             
Petrus Stone
Enviado por Petrus Stone em 31/08/2006
Reeditado em 07/04/2016
Código do texto: T229575
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Por favorr cite a autoria de Petrus Stone e seu perfil no site www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Petrus Stone
Belém - Pará - Brasil, 39 anos
92 textos (12293 leituras)
1 e-livros (26 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:20)
Petrus Stone