Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O meu banheiro

O meu banheiro
 
Deus queria agradar o homem
Construiu o paraíso
Ensinou-lhe a arte de edificar castelos
Deu-lhe o dom de semear e colher
 
Mas Deus não sabia que seu filho era muito exigente.
Reclamava de quase tudo
Especialmente dos banheiros. Tanta coisa ao seu redor.
E ele reclamava justamente do menor cômodo da casa.
Ora achava apertado e sem ventilação
Ora o vaso muito baixo, ou muito alto
Havia quem reclamava dos banheiros sem vaso!

Espelhos fora de lugar, uma descarga de reclamações
 
Ah! A maldita tomada
120 ou 220 - Onde fica?
E a eletricidade, quando é que chega.
Havia todo tipo de reclamações...
O papel esta ao alcance das mãos?
Muito rústico, precisamos de outra marca
 
A torneira não fecha direito
Ela é tinhosa - uma artista
Só pinga à noite
Só para quebrar o silêncio
Uma verdadeira birrenta
 
Vários projetos foram apresentados
Pequenos, médios e grandes banheiros
Nunca se chegou ao projeto ideal
Alguns simples, outros sofisticados
Mármore, torneiras reluzentes
 
Tudo automatizado. Chips para servir a água
Outro para rolar o assento. Esterilização.
Mesmo na acreditando nas bactérias.
Afinal se não podemos ver, podemos crer?
Mas acredito. Elas existem.
 
Os banheiros foram classificados em
Privativos e pessoais
Exceção - os públicos
Olho naquele do lado - maior ou menor
Respingo na barra da calça
Xixi coletivo
 
Sujeira sempre. O mesmo perfume.
Aqueles dos campos de futebol. São impensáveis.
Uma partida disputadíssima pela hora H
Se segura como um bom goleiro
 
No trono em qualquer um deles
Meditação, yoga, balanço da vida
Imagens da pessoa amada
Gemidos e sonhos
 
Nem todos vão por água abaixo
Cultura inútil - leitura de portas de banheiros
Um retiro espiritual
Um momento pessoal

Alguns comerciantes descobriram sua importância
Só usa quem é freguês
Se um fura fila entra nestes regulados banheiros
Imediatamente é castigado com a ausência de papel

Homens poderosos construíram banheiros-palacetes
Amplos - com uma brisa
Perfumado - com flores e plantas
Uma cascata de fundo
Retrato da amada por todos os lados
 
Todo natural - limpeza por mágica
Sem contato manual
Um trono - sem aquela posição desagradável
Banheiros- mansão sem limites
Palacetes de reis e rainhas
 
Neles sonhos,para muitos inacansável
Neles inexistia problemas. Tudo suave como magia.

Lá se poder pensar
Descobrir escadas para alcançar os objetivos
Banheiro para dormir e sonhar
Banheiros onde se pode até namorar

Banheiros de  musa e princesas

No meu banheiro nunca haverá essas reclamações
Porque quando desejar e puder realizar um projeto destes
Precisarei de um ínfimo espaço

Porque meu corpo estará se alimentando somente da luz do sol

Jaeder Wiler
jaeder wiler
Enviado por jaeder wiler em 10/09/2006
Código do texto: T237112
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jaeder wiler
Mantena - Minas Gerais - Brasil
359 textos (17377 leituras)
9 e-livros (8150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:10)
jaeder wiler