Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ilha de Lesbos

Dionisio

Na antiga Grécia dois deuses de cornos se sobressaiam.O primeiro foi Pã: cujas primeiras representasões datam do século V a.C.Represemtado com uma barba pontuda, cabelos enrrolados, dois pequenos chifres e ao invez de pés possui duas patas de pode. O outro foi Dionisio: o deus com chifres de touro.Alguns estudiosos dizem que foi trazido para a Grécia, oriundo da Índia, onde era conhecido por Shiva.Algumas bruxas, dentre as quais eu me incluo, veem nos dois uma só divindade, utilizando ora o aspecto menino de Pã ora a sexualidade madura de Dionisio.Na verdade o culto ao Deus de chifres é completamente distinto dos atributos à Satã, e foi bastante anterior ao surgimento deste último. Bruxas não cultuam o demônio cristão!
Dionisio é antes de tudo, o deus da vegetação do vinho, do êxtase e da força vital.ë a representação da grande Mãe Terra, da agricultura e da fertilidade.

Diz-se que Dionisio era filho bastardo de Zeus e Selene.Hera, mulher de Zeus ao saber do relacionamento do marido com a bela jovem, planejou uma vingança. Usando de artifícios induziu Selene a pedir a Zeus que mostrasse sua verdadeira face pois esse havia assumido identidade de um belo rapaz. Ao ver o verdadeiro rosto de Zeus ,Selene caiu fulminada.Por conselho de Hermes Zeus retirou do ventre da amada seu filho Dionisio e o costurou em uma de suas pernas.

Dionisio, que para alguns nasceu, foi abandonado, criado, nutrido por abelhas e teve como guardiãies panteras, foi escolhido por nós Bruxas como deus porque como nós viveu à margem da sociedade. Considerado também deus dos fracos e oprimidos seu culto foi seguido pelos bastardos da sociedade. A adesão das mulheres ao culto de Dionisio, deu origem a vários ritos de fertilidade, sendo que a sexualidade, por se manifestar livremente nestes ritos, começou a incomodar o pensamento patriarcal oriundo da igreja. Sendo as bruxas representantes diretas das bacamates (mulheres agricultoras provenientes das classes baixas), foram perseguidas e mortas

-Afrodite-

Contam as lendas que a ilha de Lesbos foi conquistada pelas Amazonas tornando-se uma ilha de mulheres onde se cultuava o feminino e a uma deusa: Afrodite.

Afrodite teve o nome originário de aphros (espuma).Dizem os antigos que Cronos, filho de Urano e Géia , junto com seu irmão Titãs, castrou seu pai e jogou o genital no mar. Surgiu então uma espuma ao redor do orgão dilacerado originando daí a linda Afrodite.Os textos dizem que primeiro a bela foi para a ilha de Citera. Vendo que esta era muito pequena, dirigiu-se à Chipre. Diz-se que o solo da ilha internecido com tamanha beleza , irrompia em relva florida toda vez que os delicados pés de Afrodite o tocavam.e
Alguns autores nos falam que ela é uma deusa originária da Anatólia e que seu nome derivou da deusa Astarte. Outros falam que ela é filha de Dione e Zeus. Na verdade, para nós bruxas, a origem de Deuses como Dionisio e afrodite pouco importa .Pois a certeza é que eles são os mais antigos de todas as representações divinas, que fazem parte da grande Mãe Terra e que representam a vida,o amor e a esperança.

Pra nós Afrodite é a divina filha da esperança e o último sortilégio da caixa de Pandora que restou aos mortais. É o tranquilo amanhecer de um dia seguinte a uma furiosa tempestade.É a fúria da terra curvando frondosas árvores, ondulando os mares e girando os ventos.
É o olhar oblíquo da amante que espera o amado, contorcendo-se lânguida em uma cama de cheiros.É o perfume das florers seduzindo tontas abelhas nas tardes claras de primavera.É a teia da aranha misteriosa que captura nossos desejos em noites que a lua sensual estica seus tentáculos de prata.

Nós bruxas, temos sido perseguidas atravez dos séculos pela cultura patriarcal,pelo fato de exaltermos Afrodite e seus encantos. Não à vemos como a destruidora de homens, essa visão foi atribuida pelo pensamento pervertido que vê a mulher como uma eterna inimiga dos homens. Afrodite obedece as leis da grande mãe quando destroi para reconstruir.Contém dentro de si toda a belesza e opulência da justiça e ao mesmo tempo sua temida fúria.

Afrodite ,de nenhuma forma, nos remete á idéia de que a natureza feminina seja uma armadilha para os homens. Tal idéia foi produzida por um pensamento que tentou, te todas as maneiras, excluir a beleza deste planeta, tornando-o um lugar de mera exploração do homem pelo próprio homem, de devastações contantes no solo da Grande Mãe e de massacres. Fosse o mundo hoje todo culto à bela deusa, estaria espalhado sobre a terra toda a doçura a graça e a beleza do Eterno Feminino.

By   Ellen
emarreiro@sigmanet.com.br
Ellen Marreiro
Enviado por Ellen Marreiro em 29/09/2006
Código do texto: T252152
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ellen Marreiro
Campinas - São Paulo - Brasil, 58 anos
26 textos (2415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:44)
Ellen Marreiro