Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AGRESSIVIDADE

Fátima Antunes


Por que a espécie humana, na maioria, é tão agressiva?
Toda a história da humanidade é uma seqüência de guerra e violências praticadas pelos homens contra eles próprios.
Os homens perderam completamente a noção real da destruição que cometem.
O cientista Albert Einstein acreditava que os homens possuíam “natural fascínio pela morte e destruição”.
Freud concordava com ele: a espécie humana é dotada de uma agressividade nata.
Bandura, teórico da aprendizagem social argumenta que qualquer criança recompensada pela agressão em casa ou na escola e que tem modelos agressivos ao seu redor para aprender, mostrará um número maior de comportamento agressivo.
Se uma criança é humilhada com freqüência, por observação desvalorizante, corre o perigo de não tomar consciência de suas capacidades reais e de adotar uma atitude neurótica. Os castigos corporais contrariamente reforçam sua agressividade.
O estudo da agressão em criança revela que a aprendizagem social e os fatores instigados de excessiva agressividade no lar, constituem decisivamente para o desenvolvimento da super agressividade na criança. Quando o comportamento agressivo é contrariado pela sociedade, a agressividade cultural pode acabar se confundindo com comportamento hostíl e retaliatório. O resultado é pessoal e culturalmente prejudicial.
Fátima Antunes
Enviado por Fátima Antunes em 02/12/2006
Reeditado em 27/12/2006
Código do texto: T308039
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Antunes
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
49 textos (2863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 22:59)
Fátima Antunes