Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda



Texto

A importancia da Filosofia para a Educaçao

Impossível falar em educação sem se falar em filosofia.Ainda que de forma inconsciente, respiramos, vivenciamos a filosofia no dia-a-dia, tendo a filosofia como o estudo que orienta o individuo tanto na aquisição da concreta visão da vida, seus valores e significados, seus fins próximos e últimos; quanto sob a conduta humana em geral. O especialista em filosofia da educação explica aspectos de sua área de acordo com a verdade que a filosofia explica. Através desta visão, nota-se que o filósofo é hábito e pesquisar tudo. Educar significa conduzir, orientar. Essa condução seria a condução de toda pessoa que não sabe alguma coisa. A educação é a influencia deliberada e sistemática exercida por maturos sobre imaturos, através de  instrução, disciplina e desenvolvimento harmonioso de todas as potencialidades do ser humano, de acordo com a sua hierarquia essencial, dirigidas no sentido da união do educando com o seu criador como fim último. Os objetivos da educação vão de acordo com a sua época, e o educador deve estar preparado para os desafios de cada realidade, e diante de tantas linhas de pensamentos existentes e mesmo contraditórios entre si, cabe ao educador ou ao colegiado, alem de conhecer tais linhas, ter o bom senso de adequar à sua realidade uma corrente de pensamento que mais se aproxima de seu meio, sem, no entanto, isolar possibilidades de adequações de outras correntes. Diante de todo o exposto, concluímos que não existe educação sem a associação filosófica. Ainda que não tenhamos consciência, educar, ensinar, torna-se sinônimo de filosofar.Não se pode negar que todas as correntes filosóficas deram contribuições super valorosas na construção da educação. Por exemplo, o ceticismo vem nos ensinar a não permanecermos em dúvida, ou a não aceitar os fatos, as coisas, como nos são apresentadas, mas leva-los ao questionamento. Linha de pensamento infelizmente ignorada pela maioria de nossos educadores que só se preocupam em passar matéria, fazer o educando decorar e depois dar uma nota. O educando é avaliado pela nota adquirida, não pelo seu conhecimento, por sua compreensão. E se questionado, na maioria das vezes se enrolam e não explicam condizentemente a questão questionada. A meu ver o educador deve ter conhecimento de todas as linhas, correntes de pensamento, e adquirir o que é positivo em cada corrente.Porem o educador deve ter por base o questionamento, a indagação, e com isto levar o educando a questionar, a querer formar conceitos, conhecimentos sólidos, enraizados. Torna-se difícil escolher uma escola, uma linha de pensamento para identifica-la com a filosofia da educação, visto que todas dão valorosas contribuições e tendo em vista também o valor das experiências. Mas acreditando no senso critico, nas indagações do ceptismo; e acreditando que cabe ao educador levar o educando a adquirir conhecimentos através de indagações, dos como e porquês, e não apenas dar conhecimentos pré-fabricados e inquestionáveis, tenho o ceptismo como a escola que mais se aproxima de uma verdadeira filosofia da educação.
Bento J Duarte
Enviado por Bento J Duarte em 04/03/2007
Código do texto: T401105
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Bento J Duarte
São Gabriel do Oeste - Mato Grosso do Sul - Brasil, 47 anos
68 textos (94430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/14 07:44)