Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTATUTO DA CRIANÇA E POSSÍVEIS DELINQUENTES

 Após quinze anos de estar em vigor, percebo que depois que o famigerado Estatudo da Criança e do Adolescente, só serviu para uma única coisa: deixar menores infratores literalmente impunes.
Vivemos num país em que as leis não são cumpridas, a violência aumenta vertiginosamente a cada dia, e percebo também que em todo delito, sempre há um menor envolvido, sim, pois com ele, o máximo que irá acontecer são medidas sócio educativas. Estou cansada de ouvir tanta defesa a esses seres que praticam crimes e nada pagam por isso.
Muitos alegam que o menor de 18 anos, não tem maturidade suficiente para responder sobre seus atos e aí eu pergunto: por que então lhe é facultado o direito de votar? Quem não é maduro para responder criminalmente, não pode ser maduro para eleger quem comandará nosso destino político.
Tudo começa em casa, com permissividade dos pais, passa pela escola que vai empurrando o aprendiz sem que ele saiba ler ( peesquisas mostram que 75 % dos brasileiros não lêem com fluência) e termina na sociedade que tudo permite a esses jovens que trilham pelo caminho da delinquência na mais tenra idade.
Quero deixar claro que o Estauto tem coisas boas, no que diz respeito a maus tratos a crianças, fatos estes que abomino e o agressor tem que ser punido Sim, mas o Estado mostra-se cada vez mais incompetente em todas as esferas, no que diza respeito a todo território nacional, de dar condições decentes de vida 'as crianças de rua.
Aí começa o circulo vicioso: Estado incopetente, pobreza, ignorancia, marginalidade.
E não me venham com a conversa de direitos humanos, pois direitos humanos há apenas para infratores, não para vítimas. Naão venham educadores de gabinetes dizer que sou ignorante, pois só quando o infortúnio bate 'a porta, é que essas discussões aparecem. é que dá status defender menores infratores, dependentes químicos, e assim por diante.
Qual é a Lei e a Justiça que temos?
Que me responda al´guém e tenha argumentos palpáveis para isso. Estou cansada de ver apenas menores serem respeitados e trabalhadores, não.
Quem vai educar esses filhos frutos de uma "ficada" quando seus pais ficam cada dia com parceiro diferente? Aí, essa criança vai para a escola, é jogada lá e cabe ao palhaço do professor ( nos dois sentidos ) de educar até a usar o vaso sanitário.
Estou farta, enojada de tudo isso. Essa Lei serviria apenas para um país com índices econômico e de desenvolvimento humano muito maior que o Brasil, que mal dá conta de cumprir acordos firmados com FMIs da vida.
O unico direito que tenho  é de ver essas crianças crescerem e ameaçar a mim e a sociedade.
Fernanda Pietragalla
Enviado por Fernanda Pietragalla em 19/09/2005
Código do texto: T51867

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernanda Pietra www.fernandapietra.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Fernanda Pietragalla
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
126 textos (24244 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:54)
Fernanda Pietragalla

Site do Escritor