Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma Gêmea

A melhor novela atualmente na televisão brasileira chama-se Alma Gêmea, de Walcyr Carrasco, com a colaboração de Thelma Guedes.
É muito bem escrita, com a dosagem exata de humor, mesclada a um tema forte e difícil que é a espiritualidade. Uma novela onde encontramos entretenimento saudável e, ao mesmo tempo, podemos tirar grandes lições, pois a cada capítulo, em meio à trama, surgem lindas e preciosas mensagens, que nos levam à reflexão e ao crescimento.
E é sobre uma dessas mensagens que quero falar hoje. No capítulo de sexta-feira, dia 30/09/2005, aconteceu um diálogo entre Serena e Kátia, no qual Kátia dizia querer mudar de vida, mas via muitas dificuldades nessa decisão. Não estava satisfeita com a vida que levava, mas ao mesmo tempo, não conseguia coragem para mudar.
E a resposta de Serena, com sua pureza de alma e sabedoria do povo indígena foi: “às vezes é preciso queimar a ponte depois de passar por ela”.

Quantas vezes não nos deparamos com situações das quais queremos sair, mas ficamos estagnados, sem coragem de ir adiante. Em algumas, vamos em frente, mas quando surgem as primeiras dificuldades, acabamos dando meia-volta e seguindo novamente para o ponto de partida.
Nesse vai e vem, vivemos infelizes, frustrados, passando nossos dias escorados em esperanças e sonhos, que no fundo, nos sentimos incapazes de realizar.
Para alcançarmos nossas metas, ir em busca da realização seja ela qual for, muitas vezes a única saída é “queimar a ponte”. Devemos dar cada passo, vislumbrando o outro lado devagar, saboreando a conquista de chegar lá; planejando, pisando firme e com segurança. E ao chegarmos ao final, devemos olhar para trás, guardar os momentos que passamos e que nos fizeram querer mudar, e levar para toda a vida as lições que aprendemos no caminho. Aí sim, respirar fundo e “queimar a ponte”, porque enquanto ela estiver ali, sempre haverá um pretexto para não nos defrontarmos com nossa força interior.
Com certeza, “queimar a ponte” ainda é a grande dificuldade que a maioria de nós enfrenta. É mais assustador não ter como voltar, do que enfrentar o novo, o desconhecido.
Mas devemos lembrar que a cada volta, uma nova situação será encontrada, e novos problemas e frustrações surgirão.
Existe uma frase da cultura oriental que diz: “Quando um homem volta a entrar no rio, nenhum dos dois é o mesmo”. Desconheço o autor, inclusive, se alguém souber a autoria da frase, agradeço a informação.
Mas a verdade é que tudo muda, a roda gira, e o melhor caminho é sempre seguir em frente.
Por isso, quando for muito difícil, quando o medo quiser tomar conta, experimente “queimar a ponte”.

Muita Luz e Paz!

Rose Elizabeth Mello
Enviado por Rose Elizabeth Mello em 05/10/2005
Código do texto: T56948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Elizabeth Mello
Fortaleza - Ceará - Brasil
29 textos (2599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:05)
Rose Elizabeth Mello