Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJOS

ANJOS

É interessante notarmos os pontos de vista religiosos e filosóficos das múltiplas correntes religiosas. Daí tirarmos conclusões. Fomos buscar no dicionário o que se interpreta ou o que queremos significar com essa palavra:
MINI_DICIONÁRIO AURÉLIO: ANJO: sm. 1.Ser espiritual que serve de mensageiro  entre Deus e os homens.2.Criança vestida de anjo em procissões, etc. 3.criança sossegada; 4. criança morta: 5. pessoa bondosa.
DICIONÁRIO SOARES AMORA: ANJO: s.m. 1.ente intermediário entre Deus e o homem; 2.(sobrecomum) (fig) criança vestida de anjo mas procissões; 3.criança morta; 4. pessoa bondosa; 5.criança sossegada.
DICIONÁRIO FRANCISCO DA SILVEIRA BUENO: ANJO: s. m. Ente espiritual  que, segundo a religião católica, habita o céu; criança vestidas de anjo nas procissões; (fig) pessoa bondosa; criança sossegada; (Colet.: chusma, coro, falange, legião.
DICIONÁRIO AIRES DA MATA MACHADO: ANJO: s. m. Criatura puramente espiritual que habita junto da divindade segundo certas religiões. Anjo da guarda ou anjo-custódio, ou anjo que acompanha cada  criatura do nascimento até a morte, para a proteger e guiar. Pessoa de grande virtude. Pessoa a quem se tem amor. Pessoa que tem grande formosura. Criança. Anjo caído: formosa mulher transviada da virtude e honestidade. Etc.
LIVRO DOS ESPÍRITOS: ALLAN KARDEC: ANJOS E DEMÕNIOS. Questão 128 desse livro. Pergunta: Os seres que chamamos anjos, arcanjos, serafins, formam uma categoria especial, de natureza diferente da dos outros Espíritos? Resposta: Não; são Espíritos puros: os que se encontram no mais alto grau da escala e reúnem  em si todas as perfeições.
Estão ai expostas inúmeras definições de diversos  literatos; em nossas conjecturas e filosofando, queremos crer que sendo o Criador justo e perfeito em todos os sentidos, não teria criado seres especiais, dotando-os de qualidades que não se empenharam por adquirir, daí concluirmos que anjos são todos aqueles que, depois de passarem pelo cadinho da evolução, transformando-se do carvão bruto em diamante lapidado,  pelo esforço próprio, utilizando da Lei do Livre Arbítrio,  vencedores em etapas diversas que os tornaram Espíritos puros.
Essa idéia de que Deus teria criado seres distintos nos faz pensar num deus injusto, privilegiador  de alguns filhos em detrimento de outros, dando a uns poderes especiais que não concedidos a outros, donde sou levado a acreditar que anjos e demônios estão bem definidos pelos próprios espíritos na resposta dada a Allan Kardec na questão 128 daquele citado livro.
Sou apreciador do escritor e jornalista Walcyr Carrasco, todavia sinto-me compelido a fazer esse comentário quando ele coloca em “Sete Pecados” anjos que nada conhecem da vida terrena, nunca viram um homem pelado, nunca deram um beijo, não sabem dirigir um veículo e muitas inocências mais que não se enquadram, a meu ver, num anjo.
Escuse-me o autor pois são questões puramente de pontos de vista e se o seu é esse, que assim continue crendo, todavia sua novela muito instrutiva dá uma idéia de anjo que não me parece espelhar a realidade.

Ribeirão Preto, 20 de agosto de 2007. alacalado@hotmail.com – Antonio Luiz Cabral
calado
Enviado por calado em 27/08/2007
Código do texto: T626700

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
calado
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
15 textos (1407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:41)
calado