Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COLHEITA DO PLANTIO

COLHEITA DO PLANTIO

               A sábia natureza nos tem ensinado que tudo que plantamos temos que colher. A vida nos oferece singularmente uma dupla opção em nosso livre arbítrio: o bem e o mal. Aqueles que de uma ou de outra forma se infelicitam no plantio de algo que é difícil florescer, como maçãs no deserto, cedo ou tarde descobrirão que escolheram ou o lugar errado ou a semente indevida.
                Temos ouvido constantemente reclamações de pessoas que mal versando a divina providência do livre arbítrio, não permitindo que a presença de  Deus em nós se manifeste, que é a consciência, reclamam do destino, atribuindo ao Criador dos Mundos a fatalidade, como se estivesse determinado que erraríamos em certo cruzamentos de nossas vidas, quando, exatamente através dessa liberdade maviosa, que é o livre arbítrio, tomamos qualquer caminho, aquele que nos apraz. E. se por desventura ou invigilância o caminho escolhido foi errado, logicamente se culpa um terceiro, nunca a nossa imperfeição.
   É hábito culpar-se outrem pelo próprio erro, mas ao reconhecermos que mancamos, é dever cristão auto perdoar-se e rogar a Deus nos ajude a evitar cometer o mesmo erro, isso é divino.
  Somos todos filhos de um Pai amoroso, que nos criou para sermos felizes e se não o somos devemos nos culpar somente. Temos certeza de que aquele Mestre que esteve entre nós a 2007 anos passados, se fizesse presente hoje repetindo aquela célebre frase: “quem estiver sem pecados, atire a primeira pedra”, tenho certeza de que ainda não teríamos nenhum corajoso que o fizesse sem que fosse desmascarado.
  Creio que nesse  ano que se transcorre, em que as preocupações com a natureza, com o meio ambiente, com as fontes naturais de recursos sendo preservadas, em que a criança de rua tenha um lar, que os pais de família encontrem emprego, em que os casamentos se consolidem e haja menos separações, em que a imprensa volte a ter respeito e que suas investidas contra o erro sejam acatadas pelas autoridades constituídas, enfim, que tudo aquilo que temos sonhado de bom se torne realidade.
 Mas acredito que o anseio maior de todo brasileiro e ver esse gigante, pela própria natureza de seus recursos imensos, de terras férteis, de pátria do Evangelho, de Coração do Mundo, que é forte, impávido e colosso seja administrado com amor por aqueles que escolhemos para nos governar, que não tenhamos errado na escolha, que nos permita o Criador que esses homens públicos sejam altruístas, depreendidos, desinteresseiros, que vistam realmente a camisa amarelinha e o calção azul, para que esse gigante mostre ao mundo que é poderoso, mas generoso; grande, mas humilde; potente, mas humano; que descende desses nobres lusitanos e que iluminaram a América de Cabral.
Oxalá permita Deus que esses sonhos ou ideais se concretizem agora. Assim seja!

Antonio Luiz Cabral – 28/08/07 – alacalado@hotmail.com.
calado
Enviado por calado em 28/08/2007
Código do texto: T627129

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
calado
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
15 textos (1397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 13:47)
calado