Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Exposição

 Não há mais privacidade àqueles que se deixarem envolver pela tecnologia das informações. E quem foi que disse que eles prezam isso? Se alguma pessoa vai lá, em algum site de relacionamentos, onde o mundo inteiro tem acesso, provavelmente essa pessoa não está nem aí para o que os outros pensam ou não e se falar que se importa, está mentindo e na verdade essa mesma pessoa o que mais quer é chamar a atenção, fazendo-se do tipo nariz em pé. Veja bem, outro dia, estava eu, mexendo no orkut e fui numa página de alguém que eu não conhecia, cliquei em seu álbum de fotos, como qualquer outro bom curioso e lá havia apenas uma, com uma legenda semelhante a esta: “a minha privacidade pertence só a mim.”. Concordo com essa pessoa, mas convenhamos, se ela realmente quer privacidade, o que ela está fazendo no orkut? Justamente no local onde não há um pingo de privacidade, lá está ela...não consigo entender...
 Mesma coisa em um flog, blog ou até mesmo esse site. Todos que têm acesso à Internet podem conhecer – se quiserem e se for de interesse deles – você. E também vale para alguns que se tornaram famosos e que não querem ser fotografados...Ah, o que é isso?!
 Essas pessoas que querem e não querem me confundem, mas não muito... elas têm a necessidade – inconsciente, acredito – de ser o centro das atenções, que é suprida conforme as pessoas forem notando, daí elas fingem odiar os flashes, mas por dentro estão vibrando.
 Tudo o que é exposto, está sujeito ao julgamento, interpretação e comentários de outras pessoas. Portanto, orkuteiros, blogueiros e artistas, não venham falar que privam a sua imagem. Também se cuide, pois se fizer alguma besteira e alguém ver, vai virar notícia, tenha certeza.
 Tem gente que até agride fotógrafos, para garantir sua privacidade, mas daí é claro que ela a perde mais ainda! Vai entender...
 Conheço poucas pessoas que não gostam de orkut e msn, essas sim podem dizer que querem e cultivam a privacidade.
 Eu não estou nem aí pra julgamentos e preconceitos, vivo fazendo o que eu quero e é claro, há conseqüências por isso, mas nada se compara à liberdade de agir de acordo com sua maré...
Renan Sposito
Enviado por Renan Sposito em 05/09/2007
Código do texto: T639915
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renan Sposito
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
112 textos (4005 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 10:18)
Renan Sposito