Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

poema do mar

RIO PARA O RIO
 
fico a sonhar
escrever um poema
a falar do mar
 
do outro lado das ondas
do mar que nos une
 
navego a poesia
Assim
 

O POEMA DO MAR
 
o poema do mar
começa na distância
com formação das ondas
 
líquidas ideias para
as palavras
 
correrem nus versos
Assim


{Assim pensou Assim na sua terra, o Rio de Janeiro. Deve ter sonhado a Mim a subir de bonde para o Cristo Rei, para de lá erguer uma mão e acenar bem na direcção do coração. Os "artigos poéticos" pedem sempre a cor e laboração da imaginação, a colaboração do leitor.
Saudações Recantuais.

Vou pôr no Mural! Onde escrevi há dois dias, sem aqui deixar registado:

«Foi a coisa mais linda que já li de ti e me rendo, são rendas, bordados, casulos onde crisálidas já sonham sonhos de borboleta ou qualquer outra coisa: o tudo como um todo, o mundo um Universo (dele te dedico: um verso único, onde o Universo em nós se une)!»
http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=644445
Sigam este número 644445 e recebam minhas
Saudações Recantuais!!!»

Ene, deu para dares conta de algum visitante "e-levado" pela Moral do Mural? :)}
Francisco Coimbra
Enviado por Francisco Coimbra em 11/09/2007
Reeditado em 11/09/2007
Código do texto: T647427
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Coimbra
Portugal
786 textos (311206 leituras)
37 áudios (39639 audições)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:21)
Francisco Coimbra