Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homem caramujo

Quando você tem um vizinho, um parente, um amigo ou apenas sabe da história de alguém que é enganado por todo mundo, aquele que você olha e pensa: coitado! Ou quem sabe este é você mesmo. Quando o médico diz a mãe: é um menino, naquele mesmo momento na mente daquele mulher em alguns segundos ela cria dentro da sua memória uma fastastica historia pra ele, imaginando quem ele será. Será um homem viril, respeitado, admirado e honesto. Anos depois ele ainda mora com ela, nunca se casou, não se preocupa com sua saúde, não tem amigos, não conquistou nada mais que algumas revistas velhas, e pra piorar, de vez em quando rouba uns trocados dela. Ele não sabe, mas as vezes quando ele se arruma para ir na festa com a mãe alguma mulher olha pra ele e se interessa, mas ele por se achar um nada não se atreve a conhece-lá, na verdade já até se envolveu com algumas mulheres, porém nada que durasse mais que uma semana. Amigos? De forma alguma! No barzinho da esquina ele não conversa com ninguém, entra pega uma cerveja e vai tomar em casa e sozinho assistindo jornal, nem mesmo no colégio ele tinha um amigo.
   Tudo isso porque ele é... ‘O homem caramujo!’ Vive preso na sua casa se escondendo do mundo, com vergonha das pessoas como se o mundo inteiro estivesse rindo dele e de suas atitudes quando ele está em público. Homem caramujo, quantos são assim? Escondem-se nas suas casas, as vezes no trabalho, as vezes na rotina, as vezes casam, as vezes moram a vida inteira com os pais, as vezes são traídos pela mulher mas fingi não ver nada para evitar um impacto que ele defini como momento extressante desnecessário, melhor deichar tudo como está... Homem caramujo! Não liga para os fatos e notícias que estão a sua volta, olha para o mundo como se ele começasse e terminasse no espaço que lê usa, não se importa nem mesmo com sua rua e quem é o seu vizinho, fecha-se na sua casinha e aguarda a tempestade e os problemas passarem para que dê as caras novamente. Pai que ignora e fecha os olhos para os problemas de seus próprios filhos, assistem a dois palmos de si eles se prostituírem, se drogarem, se matarem aos poucos, mas é melhor chegar do trabalho entrar em casa e esperar a hora certa para sair de novo e fingir que não esta vendo nada.
   Porém o que o homem caramujo não sabe é que assim como os caramujos de verdade um dia essa casquinha podre e fraca que o protege de seus problemas vai se quebrar, um dia os problemas vão deixar de respeitar seu espaço e vão te invadir, e você homem caramujo só terá uma chance, ou sai de sua casinha ou fica dentro dela porque de um jeito ou de outro se você acumula seus problemas e espera que eles apenas desapareçam como passe de mágica, fique esperto, eles vão te destruir! Sai dessa casinha homem caramujo!
Thiago Paiva Moreira
Enviado por Thiago Paiva Moreira em 14/09/2007
Reeditado em 21/01/2013
Código do texto: T652450
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Paiva Moreira
Betim - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
84 textos (23223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 20:20)
Thiago Paiva Moreira