Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***EGOÍSMO OU ALTRUÍSMO?



“O egoísmo é o hábito ou a atitude de uma pessoa colocar seus interesses, opiniões, desejos, necessidades em primeiro lugar, em detrimento (ou não) do ambiente e das demais pessoas com que se relaciona. Neste sentido, é o antônimo de altruísmo.”

Altruísmo palavra percebida muitas vezes como sinônimo de solidariedade, a palavra altruísmo foi criada em 1830 pelo filósofo francês Augusto Comte para caracterizar o conjunto das disposições humanas (individuais e coletivas) que inclinam os seres humanos a dedicarem-se aos outros. Esse conceito opõe-se, portanto, ao egoísmo, que são as inclinações específica e exclusivamente individuais (pessoais ou coletivas)."

(Fonte: Wikipedia)
___________________________________________
Mas vamos separar bem as coisas: será que temos que colocar os interesses alheios sempre a frente dos nossos, para não sermos chamados de egoístas? E na vida prática, o que seria uma pessoa egoísta e altruísta?

Analisemos:

Se alguém coloca seus interesses em primeiro plano, prejudicando os outros, é chamada de egoísta, porque não pensou no seu semelhante. Porém, quando se prejudica pra ajudar o próximo e passa a sofrer por causa disso, poucos lembrarão de chamá-la de Altruísta.

Mas existirá o egoísmo saudável?
Sim,
O egoísmo saudável é aquele em que a pessoa consegue ajudar a si mesmo, enquanto ajuda a si próprio.
É sabido que quando auxiliamos as pessoas em detrimento de nós mesmos, geramos conflitos internos de difícil resolução.
Quantas pessoas não se anulam em face de filhos, cônjuges, pais, e levam uma vida cheia de frustação e carência.

Uma piada de egoísmo é saudável desde que não ultrapassemos o limite do direito do próximo e não esqueçamos nossos deveres. Mas a nossa vida deve ser vivida sim, com ou sem a aprovação das pessoas.

Vamos separar bem as coisas:
Uma coisa é ajudar as pessoas sem cobrar nada em troca (altruísmo);
Outra coisa, diamentralmente diferente , é fazer a vontade das pessoas prejudicando nossos interesses.
Quantas vezes já não confundiram uma negativa de um ato que nos prejudicaria, e não acrescentaria nada pro outro, com egoísmo?
Quantos caprichos já tivemos que negar?
E quantas vezes as pessoas se negaram a ceder aos nosso caprichos fúteis e nós a chamamos de egoístas?

O Egoísmo é saudável até o ponto em que ele não prejudique ninguém (nem a nós, nem a outrem); mas deixa de ser saudável a partir do momento que as pessoas passam a fazer exigências absurdas ao próximo, apenas para satisfazer seu alter-ego.

Da mesma forma, o altruísmo é saudável até o ponto que a pessoa não se anula pra ajudar o semelhante (embora muitas correntes de pensamento dizem o contrário, mas nós sabemos que isso gera a anulação da auto-estima).
O Altruísta, deve, antes de mais nada, estar bem consigo mesmo, porque uma pessoa infeliz jamais conseguirá ajudar o próximo com a totalidade de seu amor. E é sabido que só o amor contrói.

Pense nisso!


Psicologa Maristela Vallim Botari
Enviado por Psicologa Maristela Vallim Botari em 16/09/2007
Código do texto: T654940

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Psicologa Maristela Vallim Botari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 49 anos
8 textos (13235 leituras)
1 e-livros (15 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/17 16:33)
Psicologa Maristela Vallim Botari