Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Manifesto: a peneira já não tampa mais o sol.

A realidade está sendo cada vez mais maquiada e distorcida, cada vez mais irreal...
Qual é a situação atual da adolescência? Qual a atenção que os jovens deste mundo sem fundo recebem? As pessoas sabem que existem jovens, mas, sabem quem são eles? O que eles desejam, ou mesmo temem?
Nada sabem sobre nada. As pessoas são envoltas por um único umbigo: o egoísmo.
Dói-me saber que atualmente tapamos o sol com a peneira, claro, isso é coisa recente, nunca houve problemas, somente agora precisamos lidar com eles. Cada jovem existe como uma estrela isolada, desagregadas da via-láctea, quase remanejadas feito o Plutão, pois é, as coisas parecem ser assim...
Vejamos a situação de cada jovem em sua especificidade, será que alguém pode me dizer (se conseguir, é claro), o que os jovens enfrentam atualmente? Não O “JOVEM”, este super-herói não, porque este é idealizado à abstração, só existe em nome. Mas o jovem com identidade, aquele que é adicto por algum motivo, ou aquele que é um travesti e não pode estudar por conta do preconceito, quem sabe o homossexual, ou o negro, ou o JVHA (Jovem vivendo com HIV e AIDS), ou sei lá mais quais, inúmeros, infinitos... Qual a realidade que os rodeia e que cada um faz parte (ou talvez não, é excluído).
Vejamos o do JVHA, o que acontece:
Pouco se sabe sobre estes jovens, por quê? Pergunte a si mesmo. Não os vemos, não os conhecemos, por quê? Pergunte à sua ignorância. Não sentimos falta deles, é claro, pois eles estão enquadrados dentro do super-herói, O ”JOVEM”, que é múltiplo e inexistente ao mesmo tempo. Então, ao se deparar com este quadro, nada mais cômodo e satisfatório para muitas pessoas e (o pior de tudo) até mesmo para alguns, ou muitos, destes jovens, esquecer ou até mesmo não reconhecer e ignorar a realidade concreta e massacrante. Pois bem, a realidade é voltar os olhos para o tratamento que recebemos, o tratamento do “coma o teu pão e sossegue, pois a vida está ótima”, ou seja, te dou isto ou aquilo e, você, aceite isto ou aquilo - outro como perfeição divina, pois não preciso lutar por mais nada, basta-me aqui. Nada atualmente é mais claro. Percebam que, fazer algo em prol de uma mudança drástica, não é aceitar a realidade tal como é (levando em conta que é completamente insatisfatória), mas, erguer os cidadãos ocultos para frente do comando de seus próprios interesses. Ninguém melhor para assumir a causa de seus direitos, do que o próprio sujeito. Peço encarecidamente, que, ao erguermos a bandeira da discordância para com a atualidade, é preciso fazer muito além do que já é o básico, neste caso, o mínimo de respeito. Então, não basta montar pequenos grupos que vivem em paralelo à sociedade, fazer com que sintamos acolhidos apenas por um grupo de 10 ou 15 pessoas, mas sim, fazer com que entendamos que nosso lugar é lá fora, que a realidade não é dentro e sim fora e, que não há ninguém melhor para conquistar estes espaços do que nós, próprios sujeitos e agentes da mudança ou continuidade deste padrão maquiado. Como disse uma companheira, Beatriz Pacheco, “por que temos que nos esconder? Por um acaso cometemos algum crime por viver com o HIV/AIDS? É alguma vergonha?”. Não somos fugitivos da sociedade, não cometemos erro algum. Se há algum erro nesta história, são das pessoas que discriminam e são adeptas a excluir mesmo sem saber bem o porquê, e isto tem um nome, ignorância.

Thiago Victor.
Thiago Victor
Enviado por Thiago Victor em 22/09/2007
Reeditado em 25/09/2007
Código do texto: T663074
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Thiago Victor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Victor
Pará de Minas - Minas Gerais - Brasil
56 textos (2129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 21:33)
Thiago Victor