Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os demônios da democracia

É impressionante como as coisas na política são transformadas em “toma lá, dá cá”. A CPMF, por exemplo, que sem dúvida é um imposto desagradável como tantos outros, está sendo objeto de “chantagem” para os oportunistas de plantão, que na verdade não se interessam em obstruir o imposto “esparadrapo” em defesa do cidadão que paga, mas usá-lo como arma para conquistar mais uma vez seus mesquinhos interesses.
O alvo na verdade é o Lula, e agora os tucanos e os demo-cratas estão se comportando como verdadeiros “demoninhos” para barrar os interesses do governo. Sejamos coerentes, o monstrinho CPMF não nasceu agora, foi inventado pelos tucanos com apoio do ex-PFL, hoje Democratas. Os mesmos que estão agora tentando impedir o imposto para adquirir espaço e vantagens foram os que o defenderam quando acharam conveniente para o governo do PSDB. O mesmo rigor que usaram para justificá-la agora usam para quebrar o governo, o Lula.
Na verdade muita gente considera a CPMF um imposto bom, uma mixaria que de certa forma contribui para setores emergentes. Enfim, o país precisou e ainda precisa desse “esparadrapo” e agora certamente não pode abrir mão da contribuição que foi criada para existir por tempo determinado mas que ainda é, infelizmente, necessária para o orçamento do país. É claro que a CPMF é um imposto que ninguém tem prazer em pagar, evidentemente; mas ela é transparente, todos pagam, não tem como sonegar e hoje não há como abrir mão de tais recursos. Enfim, nenhum governo tem interesse em acabar com o “monstrinho” das contas. Mas o pior de tudo são os “monstrões” ocultos de sete cabeças que se escondem por trás do descontentamento em pagá-la. A razão oculta é que ela facilita o cruzamento de dados da receita federal e ameaça os sonegadores. Ou seja, é uma arma sutil das movimentações.
O PT, assim como os antecessores não vai abrir mão da tarifa sobre a movimentação porque de fato isso causará males inevitáveis, tanto é que os governadores dos Estados estão pressionando seus partidos para que a aprovem, temendo a falta de recursos que possam os prejudicar politicamente mais tarde. É lamentável como suas excelências tratam as questões do país como um “joguete” em prol dos interesses partidários e da disputa de poder.  Não é justo que o país seja sacrificado por causa dos “demoninhos” que querem ferir o Lula usando uma arma poderosa que é a CPMF, mesmo sabendo o perigo que essa arma pode causar aos inocentes brasileiros. Que coisa feia!
TIAGO CASADDO
Enviado por TIAGO CASADDO em 29/10/2007
Reeditado em 30/10/2007
Código do texto: T714718

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
TIAGO CASADDO
Adamantina - São Paulo - Brasil
14 textos (2276 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 06:27)
TIAGO CASADDO