Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTRIBUIÇÕES DAS PESQUISAS TOPONÍMICAS PARA A PRESERVAÇÃO DA CULTURA

Alexandre Melo de Sousa (UFAC)
Doutor em Lingüística
profalex-ufac@bol.com.br


É do saber geral que a língua é o principal revelador da cultura e da história de qualquer grupo humano constituído socialmente. E o acervo lexical, como parte significativa da língua, tem sido abordado por diversos pesquisadores, que intentam evidenciar traços, marcas que caracterizem ou revelem matizes sócio-culturais de determinadas comunidades.
A Toponímia, ou Toponomástica, é uma das sub-áreas da Onomástica responsável pelo estudo etimológico e semântico dos nomes próprios de lugares (acidentes geográficos físicos e humanos). Dado o alcance interdisciplinar inerente ao seu objeto de estudo – o topônimo – as pesquisas toponímicas (ainda em pequeno número no Brasil) têm adquirido grande valorização entre os ramos científicos, principalmente, os de caráter lingüístico.
O sintagma toponímico, como unidades terminológicas que são, comportam em seu bojo características que refletem a cosmovisão de uma sociedade: evidenciam necessidades, revelam interesses, refletem aspectos linguo-culturais, muitas vezes desaparecidos ou desconhecidos pelos membros sociais: trata-se de uma simbiose entre língua e cultura, que desemboca, exatamente, no conhecimento dos fatos revelados por esses signos onomásticos.
Tendo em vista o exposto, temos desenvolvido na Universidade Federal do Acre, uma pesquisa ampla – o Projeto Atlas Toponímico da Amazônia Ocidental Brasileira – que, de uma maneira geral, busca inventariar, catalogar, classificar e analisar os topônimos acreanos, tanto os relacionados a acidentes humanos (cidades, seringais, colocações, bairros, ruas etc.), quanto os relacionados a acidentes físicos (serras, rios, igarapés etc.), com vistas a verificar em que medida esses itens lexicais retratam a realidade físico-geográfica e sócio-histórico-cultural da região e de seu povo. Procura-se, portanto, verificar nos topônimos as possíveis inter-influências língua X realidade estralingüística sofridas em suas gêneses.
Até o momento, os resultados têm apontado para uma superioridade (quantitativa) de topônimos motivados por fatores antropo-culturais. No entanto, ainda é cedo para dar conclusões definitivas. Ao logo da pesquisa, de certo, curiosidades e revelações surgirão, o que tornará este trabalho ainda mais interessante e prazeroso.

Alexandre Melo de Sousa
Enviado por Alexandre Melo de Sousa em 02/11/2007
Reeditado em 22/03/2010
Código do texto: T720718

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (SOUSA, Alexandre Melo de.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Melo de Sousa
Rio Branco - Acre - Brasil
13 textos (27404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 14:33)
Alexandre Melo de Sousa