Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou de Volta Redonda, a capital brasileira do aço. Ao menos foi isso o que cresci ouvindo.

Em nossa cidade, o que não tem ‘miner’ ou ‘sider’ no nome, tem ‘aço’: Voltaço, Votoraço, Cooperaço, Tintaço, Torcida Mulheraço.

Por falar nisso, uma das mulheres de aço que ajudaram a edificar a cidade foi minha própria mãe. Se conheceram ainda recém-nascidas.

Aqui ela se casou, e teve três filhos. Viúva aos 32, precisou desenvolver nervos de aço.

Por toda a vida, ela nos ensinou a gostar de ler e de cantar. A ‘gostar’. Escrever ou cantar bem  mesmo – nenhum de nós jamais aprendeu!

Numa destas ocasiões, conhecemos o Gilberto Gil. Noutra, Chico Buarque, Milton Nascimento e até o Tom Jobim! Mas um de cada vez, é claro: não cabiam todos ao mesmo tempo no radinho lá de casa!

Naqueles dias difíceis, homens de aço apostavam na ciência – e as mulheres, na paciência! :)

Hoje em dia, muitos ainda apostam no aço, na Internet ou em qualquer coisa que traga lucro.

Se o ser humano pode aquecer até ao mais frio dos metais o que dizer de um semelhante?

Alguns dedicam seu tempo e talento aos negócios. Outros, a meninos e meninas. Minha mãe escolheu investir na criação dos filhos.

Acredito que ela ainda nos observe – mas do outro lado de um fino véu. Tal qual uma lâmina de aço afiada, ela provavelmente ainda muda tudo o que toca.

Quer conhecer a cidade que ela ajudou a construir? Bem-vindo(a)! Você vai encontrar gente inteligente, mulheres bonitas, boa música.. e Cultura Brasileira!

Caso decida fazer negócios conosco, pode contar com mãos de aço pra te ajudar.

E quando partir, alguns amigos estarão ansiosos pra te abraçar...

Afinal, ninguém é de ferro!


English Version - Steel Women

I was born in Volta Redonda, the Brazilian Capital of Steel. At least I grew up listening to it.

In our city, what is not named by ‘miner’ or ‘sider’, ends in ‘aço’: Voltaço, Votoraço, Cooperaço, Tintaço, Torcida Mulheraço.

By the way, one of the steel women who helped building our city was my own mother. When they met at first, both had just been born.

Here she got married with 3 children. Widow at 32, she needed to have nerves of steel.

Through all her life, she taught us to enjoy reading and singing. To ‘enjoy’. Writing or singing well – neither of us have ever learned!

In one of such times, we met Gilberto Gil. Later, Chico Buarque, Milton Nascimento and even Tom Jobim! Each one at a time, of course: they didn’t fit all at once in our old little radio!

During those hard days, steel men used to bet on science – and women, on patience!

Nowadays, lots of people still bet on steel, on the Web or in any profitable venture.

If the human can warm up even the coldest metal what to say about our fellow men?

Some people devote time and talents to businesses. Others, to boys and girls. My mom chose to invest it in raising her own children.

I believe she still beholds us – but from the other side of a thin veil. As sharp as a shining steel blade, she is probably changing whatever she touches.

Want to know the city she helped to build? Welcome! You’ll meet some clever folks, beautiful women, good music... and Brazilian Culture!

And if you decide to do business with us, count in steel hands to help you.

And when you leave, some friends will be eager to hug you...

After all, nobody has an iron heart!

*Este texto é parte integrante do livro 'Aprenda Inglês em Casa', que pode ser adquirido na seção Livros à Venda.

Artigos relacionados:

O Que Meu Pai Me Ensinou Sobre o Amor
Nunca Pare de Estudar

Charlles Nunes
Enviado por Charlles Nunes em 07/11/2007
Código do texto: T727189
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Charlles Nunes
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
99 textos (239563 leituras)
17 áudios (3453 audições)
5 e-livros (57957 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 17:05)
Charlles Nunes