Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teria a Corrupção Nascido no Governo Lula?

Foi  um momento histórico: O Supremo Tribunal Federal tornou réus 40 envolvidos no mensalão. São  políticos, empresários, lobistas,  dentre outros que  vão ser julgados por crimes como corrupção passiva, corrupção ativa, trafico de influencia, peculato e etc...  Mas há muito mais do que um momento marcante na historia  nas entre linhas de todo esse qüiproquó que a política nacional tem vivido nestes últimos anos. Infelizmente o altíssimo grau de instrução de uma minoria muito influente   e o senso comum  de uma maioria esmagadora faz as coisas parecerem muito, mas muito diferentes do que são. É bom colocar que não há paixão política nestas linhas. Existe apenas uma espécie  de cotejo entre o momento que vivenciamos no qual temos uma sangria muito grande  na ética e na democracia  com outros momentos passados nos quais a hemorragia foi maior ainda, mas os “médicos  “ conseguiram estancar de uma maneira perfeita .
Não dá para compreender como pessoas tão influentes na mídia nacional vão para televisão, escrevem nos periódicos, falam no radio, citam nos  blogs   seus comentários unilaterais como se fosse a primeira vez na historia da Republica do Brasil que a corrupção aconteceu. Foi a primeira vez que houve um caso de propina, de trafico de influencia de peculato e outros crimes  de colarinho branco.
Estes colunistas, que outrora pareciam  contra o continuísmo,  falam como se tivesse sido passado uma borracha no governo FHC o qual os  escândalos foram todos abafados por que o então presidente Fernando Henrique Cardoso tinha maioria absoluta no congresso e teve todas as  CPIs que foram  pedidas pela oposição para investigar os desmandos de seu governo,  simplesmente  arquivadas. Mas na época, como me lembro muito bem, a mídia que deveria ter tido o “papel” que tem hoje, não falava muita coisa. As CPIs eram abafadas e pronto. Os valores dos escândalos de FHC foram muito superiores aos do governo Lula.  Porem, pouco se explorou o assunto e menos ainda foi  investigado e, por conseguinte nada foi provado e ninguém foi sequer  intimado.No começo de seu governo em 1995, FHC  extinguiu a Comissão Especial de Investigação, criada  por seu antecessor, que era composta por representantes da sociedade civil e tinha como objetivo investigar toda e qualquer denuncia  de corrupção. Algum tempo depois,  pressionado pela criação de mais  uma das CPI em seu governo,  ele  decidiu criar  a Controladoria Geral da União  que acabou ficando notória  por abafar denuncias  que, ironicamente, a razão de sua criação era  combatê-las.
Fernando Henrique criou também o vergonhoso  PROER para “socorrer”  bancos privados que misteriosamente quebraram. Gastou mais de 1% do PIB ajudando Bancos como o Nacional  por exemplo. Pergunto-me até hoje: será que os donos desses bancos ficaram pobres? Será que FHC confiscou todos os seus bens para  ajudar a pagar suas dividas como a justiça faz com as pessoas comuns?
E no caso da reeleição onde conversas foram  gravadas na época com deputados envolvidos em propinas de até 200 mil reais para aprovar a emenda constitucional que possibilitava FHC se reeleger. Esse tipo de  pagamento  para votar com o governo não seria mensalão também?  Mas a mídia não queria escândalos no governo elitista de FHC. Houve também o  caso da privatização do sistema Telebrás, onde conversas gravadas  entre  o Ministro das Comunicações e o Presidente do BNDES  davam conta de articulações de  apoio para beneficiar  o banco Opportunity no processo. E  FHC disse numa entrevista, recente quando perguntado sobre “supostos” escândalos de seu governo que “  o passado não importa”
Outro escândalo foi a desvalorização do real. Estranhamente, alguns bancos e doleiros poucos dias antes compraram  dólares até as tampas  e  em um espaço muito curto de tempo depois, a moeda norte-americana foi liberada. Fernando Henrique deu uma de Lula: disse que não sabia como a informação havia vazado. Ou será que Lula já aprendera com FHC?
Um erro não justifica o outro  mas se multiplicarmos o mensalão por dez com certeza não chegaremos nem perto dos desmandos  no caso da  SUDAM e da SUDENE que  alcançaram  mais de 3 bilhões de reais  em desvios de programas que atenderiam principalmente a Região Nordeste  onde existe mais pobreza no Brasil, mas o governo FHC parecia não priorizar a pobreza.
FHC não permitiu que nada fosse investigado a fundo em seu governo. Governava com apoio total do Congresso Nacional e ainda por cima tinha  uma oposição muito fraca que era sempre abafada em suas proposituras contra a presidência. O presidente tinha as elites e  a   parte forte da mídia toda a seu lado. Afinal de contas tratava-se de um intelectual, um poliglota,  um sociólogo renomado. Se FHC tivesse tido uma oposição tão forte como tem Lula talvez seu governo tivesse sido de maneira diferente. Não sei nem se terminaria o seu primeiro mandato.
Num  pais com o Brasil é preciso que o  Poder tenha uma oposição forte e vigilante. E o que Lula  sempre teve no seu governo foi isso. Os adeptos do continuísmo nunca deram trela, até mesmo antes de ser eleito diziam que ele era uma ameaça para o Brasil, que iria afundar o pais de uma vez por todas. Tentaram faze-lo antes dele assumir. Um exemplo foi o que aconteceu com o dólar que é um dos termômetros da economia. No ano de dois mil e dois quanto mais Lula subia nas pesquisas mais o dólar sumia do mercado  e seu valor em relação a moeda brasileira aumentava.   Normalmente, quando falta  no mercado o governo recorre às suas reservas e coloca dólar  em circulação com   quantias que evitam uma alta exorbitante. Por que em plena campanha presidencial quando as pesquisas apontavam a vitória de Lula já no primeiro turno, FHC não colocou dólares no mercado para conter o avanço da moeda americana?   O dólar chegou a R$ 3,75. A equipe de FHC não tinha o menor interesse em entregar o pais em boas condições econômicas para  Lula governar.
O descontentamento para com as elites dominantes  parte deste tipo de ação que infelizmente a maioria da  população brasileira não tem nem idéia do que se trata.
Lula assistiu todos esses acontecimentos,  sabia que poderia sofrer um impeachment, sabia de todos os desmandos, mas ele mesmo disse que se fosse preciso cortar a própria carne cortaria , e assim aconteceu por que seu próprio irmão foi investigado  e oferecido denuncia contra ele.  Lula sabia antes que seu irmão estava sendo investigado.Não impediu, mas  o presidente da republica tem poder para embargar qualquer investigação da Policia Federal. Será que no governo FHC aconteceria da mesma maneira? Se casos como o da SUDENE fossem no governo Lula será que teriam o fim que tiveram? E se o escândalo do mensalão fosse no governo de Fernando Henrique? Será que estaríamos passando por esse momento histórico na política tupiniquim? Se o caso da compra de votos para a reeleição de FHC fosse no governo de Lula? É...  são muitas perguntas sem respostas para os milhões  que vivem o senso comum.
A historia ocorre de maneiras tão diferentes, imprevistas  e incríveis que é por isso que só podemos escrevê-la ou cantá-la depois que ela acontece.  O Brasil precisava sim passar por isso  e Lula foi a bola da vez; o bode expiatório. Mas sempre contou com o apoio dos pobres por que ele também já foi assim, ao contrario de seus opositores que em sua maioria nunca  entraram, nem  para conhecer, num hospital ou numa escola publica. E jamais vão se conformar de ter engolido a força um “ sapo barbudo”
Pode acreditar: Foi  graças a insatisfação que Lula  gerou nas elites, graças a ganância de seus companheiros petistas,a sua falta de intimidade com o poder, que  o Brasil está sendo passado a limpo Uma pena que tinha que ser dessa maneira.
Lula teve, tem e terá  muitos erros e acertos. Teve corruptos a seu lado,  não descarto a hipótese de  ele mesmo  ser  um, mas a historia da política brasileira    vai passar a ter o antes e o depois de seu governo.






Mendes
Enviado por Mendes em 14/11/2007
Código do texto: T737293

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mendes
Palmas - Tocantins - Brasil, 48 anos
7 textos (7735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 15:56)