Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Derrocada Oligarquica

A Derrocada Oligárquica

Reportando-nos aos  primórdios das sociedades  podemos constatar  que a incivilidade de nossos antepassados  talvez não tenha sido tão abrutalhada quanto imaginamos. Em todas as sociedades da humanidade sempre existiram lideres e liderados. Claro que com  o passar dos tempos as formas de liderar foram mudando, ganhando novas vertentes, algumas benignas e outras malignas conforme  consta nos autos da  historia da humanidade
Liderança é faculdade que nasce com o ser humano, o líder nato logo é percebido no seu meio por que  não obstante suas características  são notórias. O  líder convence com as palavras, com as atitudes, determinação e predestinação. Ele inspira os seus comparsas a   agir com ele e como ele.
Nem todos os que nascem lideres chegam ao poder, mas a maioria dos que são fabricados  chegam lá.Aqueles que de uma forma ou de outra herdam o poder sendo ou não parentes de seus antecessores.  Desse tipo de imbróglio,   nasceram os primeiros seguimentos oligárquicos que  na busca de interesses próprios,  se distanciavam da plebe, procurando  priva-la dos acontecimentos culturais , políticos e econômicos  e ao mesmo tempo  almejavam  o poder ou pelo menos o status de estar perto dele. As primeiras sociedades do mundo talvez não sabiam que se tratava de oligarquia, mas   seus lideres já preparavam seus sucessores. O que faz-nos deduzir que as oligarquias remontam  de épocas mais antigas do que possamos imaginar. Na própria  antiguidade clássica, os gregos quando tratavam das teorias e organizações do Estado já demonstravam  certa preocupação com o ciclo vicioso que as oligarquias suscitariam. O palavra  oligarquia vem dos termos  gregos oligoi que quer dizer poucos e  arche que significa governo. Traduzindo literalmente: governo de poucos. Neste tipo de regime o poder fica nas mãos de um grupo pequeno de pessoas  que dele se apossam, sendo exercido exclusivamente por elementos desse grupo.
As oligarquias sempre existiram por todo o mundo e muitos paises já estão livres deste câncer que consome  qualquer sociedade.
As eleições de 2006 vão ficar na historia por que  dizimaram as oligarquias que ainda minguavam na política brasileira  e foi o povo que disse não aos seguimentos que se organizavam em prol do interesse próprio. Existem ainda muitos oligárquicos que precisam ser destronados. Mas certas famílias que por anos a fio controlavam  a política de seus estados com rédeas  curtas vão ficar chupando o dedo por pelo menos quatro ano isso se o povo voltar a dar alguma credibilidade  o que parece improvável  pois o eleitor brasileiro está exigente, por que a cada dia fica mais politizado e isso é democracia  e não o famoso voto de cabresto no qual  muitas pessoas de baixo nível econômico e cultural  as vezes nem sabiam em quem e por que estavam votando, uma realidade muito dura e triste que parece aos poucos ir chegando ao fim.
Outro aspecto  interessante de se observar é que as oligarquias perduraram sempre nos estados mais pobres onde os índices de analfabetismo e de pobreza são altíssimos, e uma  parte expressiva da população vive na mais absoluta miséria. Essa  gente excluída e  sofrida foi que optou por essa mudança dizendo  não ao continuísmo, mostrando que  está  cansada de ser  lembrada somente nas campanhas políticas e desta vez fez  valer o seu direito de escolher quem vai governar.
O fim das oligarquias no Brasil aconteceu de fato e  como tudo que acontece,vai  virar historia e  isso  faz lembrar uma  frase de Stalin:     “ A vingança da historia é pior do que  a vingança do mais poderoso e mal dos generais”

Mendes
Enviado por Mendes em 07/12/2007
Código do texto: T768883

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mendes
Palmas - Tocantins - Brasil, 48 anos
7 textos (7761 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:51)