Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Credibilidade ZERO

Já parou pra notar que há um sentimento de desconfiança em todo mundo ? Ninguém acredita em ninguém, confiar é algo muito raro, principalmente aqui no Brasil. Aliás, confiar virou justificativa de erro agora. O sujeito é perguntado porque levou tal prejuízo e logo responde: “Foi porque eu confiei no fulano”.
Nossa política é motivo de chacota e charges por todo o país. Nossos produtos até pouco tempo atrás tinham reservas para entrar em outros países. Sem falar nas questões pessoais: Pra alugar uma casa te pedem tanto documento, tanta comprovação, tanta garantia que acaba ficando mais barato morar na rua mesmo. Pra comprar algo a prazo, no supermercado, por exemplo, além da espera e da fila que tem que enfrentar, a humilhação de passar todos os seus dados pessoais e ver a moça ligando para a referência pessoal que você anotou e dizendo: “Você conhece ele ? Ele é de confiança ?”.
Os muros e grades na maioria das casas e prédios são um sinal disso. É claro que o motivo é válido, a segurança do lar é um dos bens mais preciosos, mas o sentimento por trás é o de desconfiança. Inclusive, já que entramos no lar, a família é um dos lugares onde mais encontramos essa síndrome. A esposa não confia no marido e faz um interrogatório toda vez que ele chega em casa. O marido vai em todo lugar junto com a esposa, porque não confia que ela vai fazer as coisas como ele quer. Os filhos não confiam nos pais para contar seus problemas e necessidades mais urgentes e os pais não confiam que os filhos podem pensar por si mesmos e terem sua própria personalidade.
E amigos ? Quem é que tem amigos hoje em dia ? No máximo colegas e conhecidos mas amigos ? Nem pensar. Pra ganhar a confiança de alguém para ser confidente e poder contar segredos e anseios, demora-se muito. Olhamos para as pessoas e a primeira coisa que pensamos delas é: “O que ela quer de mim ? O que vai tirar de mim ?”.
Meu filho mais velho que está na primeira série me deu uma lição esses dias. Pela segunda vez tinha comprado canetinhas, lápis, borracha, esses materiais miúdos que ele usa na sala de aula, pois os da primeira compra já tinham sumido ou acabado. Quando para minha surpresa ele veio me pedindo tudo de novo. Claro que o lembrei que não fazia muito tempo que tinha comprado material para ele e já teria que comprar de novo ? Ele me respondeu que alguns acabaram e outros ele emprestou. Fiquei nervoso e briguei com ele dizendo que ele não podia emprestar o que era dele. Ele olhou pra mim pensativo e com uma fala calma me fulminou: “Porquê não posso emprestar minhas coisas pai ?”. Desmontei. Será que é certo explicar pra uma criança de 7 anos que ela não pode confiar em ninguém ? Que deve ser mesquinha e egoísta e não deixar nada para outros ? Tentei arrumar com um discurso de que ele tinha que ser cuidadoso, pedir de volta o que emprestou, mas aí já não colava mais.
Isso é bem verdade. O que falta para nós é sermos como as crianças. Jesus disse que delas é o Reino dos céus e que devemos ser como elas. Achamos que elas tão inocentes não sabem de nada, mas nós é que sabemos coisas que não é preciso saber. Elas vivem com o privilégio de não ter malícia e nem olhos invejosos, enquanto penamos com nossa mente de duplo sentido e nossos olhos que devoram tudo.
Minha preocupação e constatação com tudo isso é a de que muitas pessoas transferem esse sentimento em relação a DEUS. Será que Deus é confiável ? Posso confiar em Deus ? Se vivo no mundo que tem tanto problema e não podemos confiar em ninguém, como é que vou confiar no Criador desse mesmo mundo ?
O que eu posso dizer é que confiar é um exercício. É uma disciplina. Pra virar um hábito deve ser praticado todos os dias, independente das falhas, erros e das vezes que você confiar em alguém e for traído e sair no prejuízo. Em relação a Deus, ele é que está nessa posição de desconfiar de nós. Ele é que poderia com toda razão nos humilhar, nos desprezar e não nos abençoar de maneira nenhuma, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus.
Mas a cruz é a maior expressão de confiança de todos os tempos. Jesus resgatou um povo de credibilidade ZERO e o transformou em reis e sacerdotes de DEUS. Isso, ninguém pode negar ou mudar. O que podem é não crer e continuar vivendo suas vidas debaixo da opressão da desconfiança. O fim ? Solidão.
Deixe Jesus elevar sua credibilidade, mesmo que todos dizem que você não tem. Deixa ele limpar seu nome no SPC espiritual e te dar um cartão de crédito que não tem prazo de validade, pois vale a VIDA ETERNA. Permita que ele seja sua a referência pessoal e quando alguém mexer com você, mexeu com ele !! Basta você tomar uma atitude simples para Deus, mas complicada para o mundo: CONFIAR.
Leia Provérbios 3



Paz,


Pr. Leandro Silva
Leandro Silva
Enviado por Leandro Silva em 15/12/2005
Código do texto: T86263
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leandro Silva
Campinas - São Paulo - Brasil
6 textos (396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:54)
Leandro Silva