Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CASAMENTO E O AMOR

   Parece que atualmente está mais difícil manter um casamento duradouro e feliz. Os valores corrompidos, a falta de respeito entre os seres humanos, a falta de amor e amizade talvez sejam os principais ingredientes para as relações fracassadas. A união entre duas pessoas parece que tornou-se um produto descartável: depois de algum tempo de uso, nada mais simples do que trocar por uma nova união, quem sabe mais cheia de paixão e emoção.
   Posso ser antiquada, mas ainda fico pasma ao ver pessoas invadirem as uniões alheias, com a cômoda desculpa na ponta da língua: "Se ele(ela) está comigo, é porque a relação já não estava bem". Realmente, quando um casamento está bem, não há muito espaço para esse tipo de invasão. Mas é bastante egoísta, diria até cruel, alguém se aproveitar da fragilidade do outro para envolvê-lo.
   Não existe ninguém perfeito e os santos estão todos no céu; portanto, indiscutivelmente, não existe casamento perfeito. Mas sem sombra de dúvida, ainda existe o amor verdadeiro. É aquele sentimento que mantém duas almas juntas, apesar das decepções, das imperfeições e até das invasões. É o amor por si mesmo e pelo outro, pela história, pela vida construída. Você olha para trás e sente amor e orgulho da estrada percorrida. As batalhas já vencidas, as lutas travadas com cumplicidade, as pequenas e grandes conquistas, os filhos felizes que nos presenteiam todos os dias com seu amor infinito.
   Se um comete um erro dentro do casamento, antes de julgar, o outro deveria avaliar até que ponto tem participação nesse erro. E pode acreditar, sempre há alguma. Seja por excesso ou por falta de algo. Entre um casal, raramente uma das partes erra sozinha. O que falta geralmente é auto-crítica para assumir uma parcela de culpa. É mais fácil vestir a capa de vítima.
   A maioria das pessoas se preocupa em formar um patrimônio sólido com muitos bens e uma gorda conta bacária. Mas o maior bem que alguém pode ter, seu maior patrimônio é a família. E se é fácil construí-la, não é fácil mantê-la harmoniosa e sólida, baseada em fortes laços de amor. Mas todas as lutas valem a pena.
   Acho engraçado que muitos homens e mulheres reclamam dos parceiros: são ciumentos, egoístas, a relação é monótona. Acabam se envolvendo com outras pessoas, com quem passam a viver, às vezes durante muito tempo, e quando os problemas não se repetem, surgem os novos, aqueles que desconhecíamos no calor da paixão. Eu e meu marido ficamos rindo disso, e falamos que é melhor mesmo encarar os problemas e defeitos que já conhecemos.
Rose Elizabeth Mello
Enviado por Rose Elizabeth Mello em 12/01/2006
Código do texto: T97721
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Elizabeth Mello
Fortaleza - Ceará - Brasil
29 textos (2599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:06)
Rose Elizabeth Mello