Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Purgatório
Publicado por: Ariano
Data: 11/12/2016
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
"Purgatório", poema escrito e recitado por Marcelo de Mattos Salgado em dezembro de 2016.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Escrito por Marcelo de Mattos Salgado (Ariano) — Site: http://todosqueamam.wordpress.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

Purgatório

Não me deixa, por favor
Quando eu me basto é tão triste!
Resta-me o vício da dor
Se você fizer que insiste.

Sombra — velha companhia
Mas, parceira que não é;
Injeta noite no dia
Enforca o pouco de fé

No que parimos nós dois
Quatro letras renascidas:
Nosso antes quer depois
E muito além desta vida.



- - -
http://todosqueamam.wordpress.com/
msalgadosp@gmail.com
Ariano
Enviado por Ariano em 11/12/2016
Reeditado em 11/12/2016
Código do texto: T5849751
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Escrito por Marcelo de Mattos Salgado (Ariano) — Site: http://todosqueamam.wordpress.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Ariano
São Paulo - São Paulo - Brasil, 38 anos
251 textos (14220 leituras)
85 áudios (6348 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/17 02:18)
Ariano
Rádio Poética