Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
Aleixenko
Goiânia - Goiás - Brasil, 60 anos
2289 textos (107669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/07/17 05:54)
Aleixenko

Textos do autor
Perfil
BIOGRAFIA ESPACIAL LONGITUDINAL:
- Humano sub-racional e sub-racial;
- Terráqueo;
- Brasileiro (?);
- Goiano (pode?); e
- Itapuranguense (tem base?).
 
FÍSICO:
- Altura 1,71 m (quando magro chega a 1,72 m);

- Peso/obeso 110 kg;
- Barbudo e quase careca (os poucos cabelos se rivalizam entre ficar pretos ou se tornarem totalmente brancos, sendo que os primeiros perdem longe para os segundos);
- Escondida, nas parcas madeixas, uma orelha defeituosa, falta a metade, (foi mordida por cachorro, quando criança; eu criança e não o cachoro);

- Tenho um dente totalmente preto, de metal, na parte superior da arcada dentária (à vista dos apreciadores e/ou depreciadores... o que não altera o câmbio, quando muito muda a marcha... de funk para axé);
- Quase cego (três graus e meio... não sei a porra da unidade de medida);
- Barriga de bagre de enchente (ponha barriga nisso!)... nem vejo mais meu amigo de outras virilidades;
- Uma perna mais curta (9 mm), sequelas de poliomielite; e
- As informações sobre as genitálias não estão disponíveis (alguém é conhecido no Reino de Gorobixaba, por quebrador de coco da Bahia, mas eu pessoalmente não confirmo).
 
COMPOSIÇÃO QUÍMICA:

- Bisavôs maternos: ele mexicano / ela portuguesa (metade abacate & metade fado);
- Bisavôs paternos: ele ucraniano / ela índia brasileira (metade vodca & metade pequi); 
- Os outros bisavôs não têm pedrigree;

- Pai natural de Itaúna - MG;
- Mãe natural de São Gotardo - MG;
- Gato que nasce no forno não é biscoito, mas eu sou GOIANO!
- Impressões digitais e DNA adulterados; e não disponíveis na internet...

 
FORMAÇÃO NÃO ACADÊMICA NEM ENDÊMICA:

- Auto alfabetizado com pedaços de papeis e letras soltas (pornograficamente falando, revistas de mulheres peladas);
- Técnico em mineração, segundo grau: Escola Técnica Federal de Goiás;
- Graduado em porranenhuma: Pela FACULDADE DA VIDA – Goiás;
- Mestrado em coisíssimanenhuma: Pela FACULDADE DO ÓCIO – Aqui onde estou;
- Doutorado em nadicadenada: Pela UNIVERSIDADE DA RUA – Aonde vou;
- PhD na arte de viver: pela Escola Superior da Vida (dada, embasada e referendada por DEUS).
 
OBSERVAÇÃO TÉCNICA:

- Não fiz curso superior, até por que estou procurando uma faculdade que ensina DESAPRENDER, pois quero voltar a ser analfabeto. (Juro! Ainda vou defender tese neste quesito...)
 
RADIOPSICOFOTOGRAFIA:
- Extrovertido, sempre alegre, desavergonhado, assalariado, abilolado e disposto a desaprender de tudo e de todos (agora também aposentado).
- Sou tido e havido, por meus amigos e colegas de trabalho, como louco; e com certeza eles têm um pouco de razão. Só não sei a quem e nem o que eles usam como parâmetros.
- Ah, sou palhaço por inteiro, tanto que minha esposa diz que devo me enxergar, fazendo alusão que sou trouxa nas palhaçadas. Mas continuo pelo menos tentando fazer os outros sorrirem. E "a cada dia sou melhor e dou o melhor de mim para o bem da humanidade", se ela não quer não é problema meu.

- Aproveitando o ensejo. Meus 59 anos (30/03/1957) até aqui foram maravilhosamente vividos. Porém o corpo é horroroso de se vê, (não me venham com "beleza não se põe na mesa"...);
- Até poucos dias atrás, por incrível que pareça, era extremamente saudável, pois faço duas horas de caminhada por dia, sendo uma pela manhã e outra á tarde. Para vocês verem que caminhar só faz cansar... Mas a tal da DIABETE, pois é... esta graça me achou na reta. Agora tenho o sangue doce. Quem se habilita a sugar?;
- Lá se foram 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 em andamento... e meu sangue continua doce. Assim será por toda eternidade e mais algum tempo.

 
MÁXIMA:
- "Não existe palavra nenhuma, em língua nenhuma que me ofenda”.

  
OBS1.
- Sou apaixonado pelo silêncio.

 
OBS2.
- A cada manhã ao acordar agradeço: "OBRIGADO MEU DEUS POR ESTAR VIVO E FELIZ".
 
OBS3.
- Tenho um casal de filhos. ELA professora de matemática e ELE contador fiscal.

OBS4.
- Em 10/03/2012 tornei-me avô. Sim, VOVÔ! Nunca pensei que um neto fosse o que o meu representa para mim. Por ele ter nascido prematuro, quando vi aquele corpinho frágil (2,38 kg / 37 cm) chorei copiosamente. Não por pensar nele como algo perecível, mas por saber que a minha espera (eu sempre quis ser avô, desde que fui pai: em 1978) havia sido recompensada. Mas eu devia saber cuidar dele.  Ele é um complemento de mim. Se chora de dor, esta dor dói em mim. Ah! Meu "pequerrucho"... é como chamo meu netinho. QUE MARAVILHA!


ESCLARECIMENTO:
- Não sou escritor nem humorista, estou aqui no recanto como leitor e apreciador. Até quando deixarem...

 
N. B.

- Se quiserem me conhecer um pouco mais, sigam os cheiros de cio; e vão até minha escrivaninha aqui no Recanto das Letras; e leiam algumas besteiras que escrevi; outras que criei e/ou imitei e/ou alterei e/ou remendei e/ou sacaneei. Por exemplo: "A HISTÓRIA DE GOROBIXABA" e "ONDE ESTÁ DEUS!".
http://www.recantodasletras.com.br/biografias/2960854


UM COMENTÁRIO:
Olá, LEITOR! Bom dia! Boa tarde! Boa noite! Que DEUS possa guiá-lo (se assim você quiser) pelos caminhos da vida! @@@@@ Não vim ao mundo para ser exemplo e nem para ter seguidores, mas se de tudo não tiver como me livrar dos pentelhos... que os chatos façam bom proveito! @@@@@ Eu, ALEIXENKO OITAVO Primeiro Ministro do Reino de Gorobixaba saúdo todos que por aqui passarem, no respeito, na admiração, na amizade e na paz. @@@@@ Regozijo-me pelo carinho das suas visitas e comentários. [[{{((VOLTEM SEMPRE!))}}]]
 
PÓS-ESCRITO I:
Dizem que distância do céu ao inferno é uma linha imaginária; pois então já a ultrapassei "n" vezes...

PÓS-ESCRITO II: Sobre o viagra e seus similares fico devendo a informação.

PÓS-ESCRITO III: Na atual conjuntura quem recebeu o "golpe" fui eu... Nocauteado, difamado, assexuado e abandonado...

PÓS-ESCRITO IV:
Este sou eu, quem quiser que use e abuse.

- TUDO ACIMA É A PURA VERDADE; QUANDO NÃO É FICÇÃO; O QUE DOU FÉ! SUBESCREVO.

Abraços fraternais.


Última atualização em 21/07/17 05:54