Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
Roseane Namastê
Macapá - Amapá - Brasil, 54 anos
3059 textos (104090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:43)
Roseane Namastê

Textos do autor
Perfil
1. Eu em palavras cruas;

Algumas palavras, um pequeno descrever...
Encantada pela escrita desde há muito,
Concreta na Formação, guindada aos números pela vida,
Sem nunca deixar de lado o desejo, o gosto pelas letras, palavras, artes, o lado sensível notável, que se antepõe ao numérico, das cifras, do voraz, da matéria racional.
O pensar se torna em letras, ganha formas harmônicas, revela a mulher poeta, que se transfere nua, para os leitores.
Prazer em compartilhar vivências, sentimentos, fantasias, vontades!!

2. Eu, por mim;

Alguém que investiga o próprio coração, porém sem amarras ele parte sempre como um animal que não se doma, dono do seu próprio caminhar.

3. Sobre meus escritos;

Há em mim uma palavra, que se transmuda e se desnuda, a vontade de dizer vem como fome, às vezes chega a doer. Então, em súbitos desvarios escrevo a alma de uma mulher, e transponho tudo aquilo a que me reservo.
Então sou eu mesma, nua, sem disfarces, revelando-me o mais íntimo interior,
Intensa e sem medidas.


Estou nos endereços:

http://anezinha-oessencialinvisvelaosolhos.blogspot.com/

http://www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=3952

http://www.recantodasletras.com.br/autores/anezinha

http://literaturaperiferica.ning.com/profile/RoseaneFerreira

http://www.encantodasletras.50webs.com/index.htm

http://www.camarabrasileira.com/entrevista408.htm

http://www.sonico.com/u/14372725/Roseane_Ferreira

https://twitter.com/Roseanezinha



"Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva...
Escrevo para acariciar as suas almas, e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
Escrevo para Gozar, Flutuar, ser e merecer. Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!"

http://anezinha-oessencialinvisvelaosolhos.blogspot.com/


Última atualização em 22/08/17 14:43