Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
Antonio Jadel
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
828 textos (18919 leituras)
11 áudios (338 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 16:59)
Antonio Jadel

Textos do autor
Áudios do autor
Perfil
Defino-me como um poeta amador, modesto, sem pretensões de títulos ou conderações. Apenas comecei a escrever - tardiamente - expondo no papel os meus anseios e minhas emoções. Meu modo de amar, de sentir e de ver a vida. Sempre modesto, repito.

Em verdade desde criança aprendi o jogo das palavras. Sempre me dei bem com o português, com a escrita, com o sentimento exposto no papel. Gosto de música quando bem expressadas em sentimentos. Sempre gostei de frases, pensamentos e bons poemas. Gosto de temas reflexivos e poéticos. Já lia há muito tempo um caderno de poesias de meu pai, na verdade, todas dedicatórias aos seus antigos romances.

Daí nasceu a vertente poética em minha vida (creio eu). Em cadernos de escola, em jovem idade, eu já colava em adesivos frases de emoções cotidanas. E me lembro do meu caderno da Gioconda..., Monalisa... (do colegial) que era um retoque de frases e pensamentos do bom viver. Interessante o passar do tempo, pois sem imaginar, mas concretizando sonhos, vim a conhecê-la pessoalmente, a Monalisa, em museu de Paris. E ela que olhou pra mim (acreditem, rs). Mais tarde... em petições, trabalhos profissionais, procurava eu expressar meus sentimentos em frases e pensamentos.

Os bons propósitos sempre estiveram alinhados comigo, graças a Deus.  

E daí partindo num tempo de sem muitos afazeres, me veio o interesse do registro e publicação dos meus modestos poemas. E assim, também concretizar mais um dos meus sonhos.  

Sempre teremos tempo para se fazer algo.

A vida são sonhos. Busquemos realizá-los, e isso nos basta !

Felizes daqueles que isso conseguem. 


Última atualização em 21/08/17 16:59