Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
Celio Govedice
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil
1248 textos (68156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/17 12:51)
Celio Govedice

Textos do autor
Perfil
Defining myself!

Este caminhar sobre os problemas

Tem sido minha vida

No leito seco de uma rua esquecida!


Na busca da infância perdida, foi que vi que havia perdido, o sentido da vida!

Eu sou do tamanho dos meus sentimentos, tão caótico quanto. 

Nunca sou só um, quando durmo não sou nenhum! 


-Quisera ter uma estação para partir
-Um lugar para chegar
-Uma razão para seguir
 

Meus pés andam, porque minha mente voa!

I know not what the future holds, although I know the future holds nothing! 

Sou como um rio, ora raso, ora fundo, ora sombrio!

Porque poesia?

A função da poesia é alargar os horizontes dos sentimentos e fazê-los mais visíveis aonde eles não seriam vistos. Revelar as almas das coisas e do mundo, para que possam ser melhor sentidas e assim se tornem mais extensas, mais humanas.

Minha poesia é meu canto, catártico, direto, ignoto, alumiado pelas luzes dos abismos.

 


Última atualização em 25/06/17 12:51