Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
DOCE VAL
Salvador - Bahia - Brasil
495 textos (735580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/17 19:53)
DOCE VAL

Textos do autor
Perfil
     O AMOR DA GENTE.
 
Pelas calçadas, passavam multidões cegas e agitadas, e nós também,
Os meus passos se confundiam com os teus, naquelas tardes quentes,
      Éramos jovens adolescentes, amantes, descobrindo o amor,
      E o mundo, a nossa volta sem sequer notar o amor da gente.
 
O coração  disparava no peito, como um sinal dos nossos anseios,
Eu sorria feliz, quando você sorrindo dizia; amo-te menina,
     E embora presos aos nossos temores, entre abraços e beijos,
      Nosso amor  despontava e jovem florescia em cada esquina.
 
O infinito era pequeno para nós dois, uma vida não bastaria,
Para saciar nossa sede de paixão neste doar de calor, carinho,
      Eram tão fortes os laços que nos uniam, e que diziam tudo,
       As palavras misturadas nesta esperança, se perdiam no caminho.
 
Existe em minha voz um tom de pranto, caem lágrimas, e me calo,
E mesmo triste, este amor ainda guardo em mim para a eternidade,
       Porque ainda trago o calor dos teus abraços no meu corpo,
        E nestas lembranças um amor maior, todo o meu ser invade.
 
Hoje, nas ruas apressada e só, eu sigo a multidão, e agora,
Relembrando velhos tempos que ficaram gravados para sempre,
     Nesta saudade que me maltrata a alma, belas e ternas recordações,
     Tenho certeza que jamais para nós, existirá outro amor, como foi o amor da gente.
 
 
SALVADOR. 24//08//09.
DOCE VAL...Valdeci Barreto.


Última atualização em 19/09/17 19:53