Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre o autor
Gdantas
Miracema - Rio de Janeiro - Brasil
783 textos (73615 leituras)
28 áudios (1406 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 02:20)
Gdantas

Textos do autor
Áudios do autor
Perfil
O meu objetivo neste Recanto das Letras é escrever crônicas simples e bem humoradas, visando tão somente o prazer de escrever,procurando transmitir alguma coisa útil e que possa acrescentar,quem sabe,um pouco que seja de maturidade para todos nós.Alguém que está sempre aprendendo no cotidiano da vida.Um ser humano limitado à sua cultura e sua circunstância,mas que não quer ser nem apolíneo,nem dionisíaco. Em outras palavras: nem inocente, nem trágico.Procurando viver a vida com equilíbrio e,se possível,com um sorriso nos lábios. Minha filosofia se resume no respeito incondicional ao outro. Gosto de dizer que minha religião é a tolerância.Nascido em um  dia 02 de junho, em Manaus,fui criado e educado na cidade do Rio de Janeiro, desde os 05 anos. Portanto, sou carioca, nascido em Manaus. Ou  um Manauoca.  Sou Flamengo,afinal,ninguém é perfeito.  Meu blog: www.gdantas.com.br
Acrescento ao meu perfil a informação que passei também a escrever poemas, embora não seja poeta. Percebi que sufoquei o meu lado romântico por toda a minha vida. E agora, de repente, explodiu a minha veia poética. E esta explosão está me fazendo bem...
A vida é permanente mudança. Já diminui a intensidade dos meus poemas. Há que se atualizar sempre nosso perfil. Gostaria de ser bem transparente e mostrar-me como realmente sou, a minha subjetividade, como ela reage no mundo. Assim, completo e acrescento:       SOU ASSIM!
 
 
                                     Inspirado num depoimento da Clarice Lispector, fiquei impressionado com algumas coincidências de nossas  personalidades. Vou então, como ela fez, enumerar rapidamente como sou realmente.  Sou muito irritável e me parece que isso é genético. Com raiva, sei ferir as pessoas com profundidade, vou fundo... Logo me arrependo e tenho facilidade para perdoar os maiores crimes, vamos dizer assim. Esqueço totalmente o bem que faço às pessoas. Não consigo me apegar aos bens materiais e não sei punir ninguém. Detesto violência física. Sou quase incapaz de matar uma formiga.  Minha sensibilidade me traz alguns problemas nos meus relacionamentos íntimos.  Meus dois maiores anseios: que a humanidade fosse realmente boa e que eu pudesse encontrar quem tivesse a capacidade de me entender. Uma pessoa que sempre me dissesse, nos meus momentos de dúvida, me apaziguando: - " Fica tranquilo". Com certeza, seria feliz se realizadas essas duas condições.


Meu blog: gdantas.com.br


Última atualização em 24/08/17 02:20