Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Autores

Sobre a autora
Suzana da Cunha Heemann
Fortaleza - Ceará - Brasil
955 textos (105711 leituras)
2 e-livros (547 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:59)
Suzana da Cunha Heemann

Textos do autor
Perfil
Tenho um livro publicado A Feminilidade na Adolescencia e Menarca sobre psiquiatria e psicanálise.Para mim faz parte da vida,escrever:
Moleque

Sou moleque favelado ,
de rosto queimado ,
sou suado ,sou curtido,
sou risonho ,sou tristonho...

Sou criado pelas calçadas ,
frias ,vazias ,
e durmo no relento abandonado ,
acalentando sonhos sem ódio...


E sem dentes,
e com a boca nua ,
saio dizendo versos pelas ruas ,
cruas...


MAR

Dia de sol fervente,
e areia quente.
Ruídos de gentes ,
burburinho enfrente ao mar ,
azul marinho...

Meu corpo suado ,
Molhado,
esticado ,
descansado ,se cansa na esteira.
Tenho os olhos cerrados ,
e areia no cérebro...

Inibida ,
não vejo , escuto ou sinto,
mas percebo,
sentida ,
os ecos , ruídos , gritos ,
e gemidos dos banhistas.


Ah , a falta que faz a beleza serena da natureza!
Cantam as ondas sussurrantes ,cativantes ,
enquanto estouram em pranto quieto e me embalam.
Coberta e suavemente adormecida por arrulhos,
de brancas espumas sedutoras,
quase que misteriosamente ,
entro para o início do infinito princípio do silêncio...

O AMOR

O amor é uma fantasia sem idade ,
vivida em cumplicidade ,
na realidade.
É uma poesia escutada ,
e sentida.
É uma conversa como esta,
sem pressa,
e que se expressa num verso.
É o que sinto quando te achegas ,
e te aconchegas .
É um calor entusiasmado,
um disparar do coração,
um rubor no corpo ,
e mais o sussurro calado, meu amor.
É uma aceleração,
a desesperar ,
e a descabelar teus cabelos penteados.
É um temor,
um receio já cheio de dor ,
que termine o amor.
O amor é o tema deste poema já saudoso ,
sussurrado neste amanhecer doloroso,
quando voltamos a ser dois...


Última atualização em 17/08/17 18:59