Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu... Pobre menina!

_Eu... Pobre menina!
_Sorria... Pobre menina!
_Ora! Cante minha pobre menina!

Com os lábios trêmulos, e vermelhos...
Tentando de certa forma, esquecer um último beijo,
Limpo por fora o que por dentro faz questão de não sair.
Vertendo em pranto tudo que de uma vez foi obtido por mim... você!

Olhos inchados, vermelhos depois de fricciona-los.
Lembrando de saudosas memórias, a nós apenas esta...
Enxugando o que por dentro parece transbordar sem fim.
Tamanho sofrimento que em mim emana.

Em súbita dor que em meu coração faz morada agora...
Que em pedaços se encontra e tenta se regenerar...
Seria possível curar um mal que não tem, talvez, uma cura?
Um, mais um objeto de minha casa [meu corpo]...
Sem uso, inútil, que não obedece meu pensar...

Sem mais poder chorar...
Sem mais poder verter o que me faz mal...
Sem mais poder amar...
Um partido coração, tentando lutar...
Letal...

E o que  escuto apenas...
_Dance minha pobre menina!
Tatiana Marques (Tath)
Enviado por Tatiana Marques (Tath) em 08/08/2006
Código do texto: T212211
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Marques (Tath)
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
553 textos (19833 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:45)
Tatiana Marques (Tath)