Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem sou eu?

Eu me chamo Nathalia, amo meu nome, mas prefiro que me chamem de Nathy. Sou Taurina, porém não acredito em horóscopo; meu signo é Jesus Cristo. Tenho 19 anos, apesar de não parecer. Não sou independente e nunca quis ser. Tive crise dos 18 anos, e vivo em crise. Sou muita ansiosa, confusa e insegura.

Faço faculdade de Pedagogia e sou apaixonada pela profissão. A vida inteira quis ser professora, sonho em ser escritora e ainda vou fazer Psicopedagogia. Amo psicologia, mas não para atuar na área. Trabalho numa escola, como professora de Jardim II, amo meus alunos e a cada dia tenho mais certeza do que quero. Odeio estudar a noite, porém sou apaixonada pelo curso. Meu curso é um desafio e um aprendizado a cada dia. Estou no primeiro ano e não vejo a hora de terminar. Faculdade é um saco, mas ainda tenho esperança de que até o último ano, eu ainda possa me adaptar. Não fiz amizade e acredito que até o último ano também não vou fazer, contudo ainda dá pra viver e seguir em frente com o coleguismo.
Tenho poucos amigos verdadeiros, mas acredito que verdadeiros são poucos mesmo. Minhas melhores amigas são todas mulheres. Acredito na amizade entre homem e mulher, mas a única que podia ter dado certo, foi além e estragou tudo. Tenho facilidade em fazer amizades, porém difícil de confiar em alguém; com isso não se torna uma relação de amizade e sim de coleguismo. Minha melhor amiga tem o dobro da minha idade, é a pessoa que eu mais tenho ciúmes e a considero uma irmã, apesar de parecer mais uma mãe. Não gosto quando dizem que ela parece ser mais uma mãe do que uma irmã. Minha mãe é única e não preciso de ninguém para substituí-la. Tenho uma amiga virtual que já se tornou real e hoje é uma de minhas melhores amigas. Acredito em todo e qualquer tipo de amizade, pois quando verdadeira tudo é possível e quem me fez acreditar ainda mais nisso foi ela.

Sou Evangélica, da Igreja Presbiteriana Central de Londrina, há 19 anos. Já visitei várias igrejas (evangélicas) e nunca me adaptei em nenhuma que não fosse a minha. Já participei de piqueniques do ministério infantil, do coral e de acampamentos de jovens, mas nunca me fixei num ministério. Conheço praticamente todos os jovens, porém não consigo ter um relacionamento amigável (o problema é sempre eu).
Sou filha de pais separados. Moro com a minha mãe, e minha irmã, a qual eu não me dou bem. Estou tentando me independer da minha mãe, o que não tem sido fácil. Sou extremamente ligada a ela. Já o contrário com o meu pai. Tenho lembranças boas com ele, mas são poucas, portanto inesquecíveis, e é o que importa. Minha mãe casou de novo, quando eu tinha apenas 8 meses. Separou novamente depois de 15 anos. Acho que as coisas pra ela são muito fáceis, entretanto faz sofrer quem não tem culpa de nada...

Eu sou privilegiada e tenho avós maternos e paternos. Sou extremamente ligada a minha avó paterna. Acho que ela já fez muito papel de pai e mãe. Dizem que avó é pra estragar mesmo, mas se não fosse a minha avó, sei lá.

Sou uma pessoa extremamente sensível, apesar de não parecer. Já chorei assistindo filme, já chorei ouvindo música, já chorei na escola, já chorei escondida, já chorei lendo, já chorei dormindo, já chorei de raiva, já chorei na frente de namorado, já chorei por causa de amiga, já chorei por menino, e já me segurei pra não chorar. Não sou chorona, mas chorar faz bem, alivia, e faz parte da vida de qualquer ser humano. Não choro perto de ninguém. Dizem que sou durona, fria, mas na verdade mal sabem que choro sozinha por cenas bestas de filme ou novela.
Amo ler e escrever. Meu sonho é escrever um livro, mas tenho medo de me expor e, além disso, acho que não tenho capacidade para tal. Passo horas em sebos e livrarias. Ninguém tem paciência. Não vejo as horas passarem, todavia deve ser um tanto quanto chato para a pessoa que fica me esperando. Também amo escrever e receber carta, até bilhetinhos. As pessoas nem sabem como isso pode me fazer tão feliz. Com isso também passo horas em papelarias. Adoro papeis, canetas, adesivos e todas essas coisinhas. Adoro rosa, hello kitty e tudo que é fofo.

Amo dormir e sou uma pessoa que consegue dormir até mais de 10 horas por dia (se eu puder). Amo a madrugada e ninguém acredita quando digo que fico até altas (altas mesmo) horas na internet. Ás vezes desligo o computador já são umas 5 horas da manhã e até dormir já são 6h. Demoro horas pra dormir, penso na vida e rolo na cama, pensando, até pegar no sono. Ás vezes algo que aconteceu no meu dia, faz com que eu pense o dia inteiro, principalmente na hora de dormir.

Amo cinemas e filmes. Acho que o melhor programa pra se fazer com os amigos é ir ao cinema ou assistir filmes em casa. Já fui ao cinema assistir mais de um filme e já passei um dia inteiro assistindo dvd.

Nunca fui CDF, mas sempre amei o colégio. Não era bajuladora, mas sempre amei e admirei meus professores. Talvez esteja aí o motivo da minha escolha na profissão. Nunca tive o desejo de querer terminar logo o Ensino Médio e nem de me independer. Tive a crise dos 18 anos e nunca quis dirigir. Já matei aula, já colei, já troquei prova. Nunca fui mandada, mas já fiquei pra fora da sala.
Sou nostálgica extremamente ligada ao passado. Sinto saudades constantemente. Nunca perdi pessoas muito próximas, porém perdi momentos que não voltam mais. Tenho uma sobrinha linda e um irmão que eu era extremamente ligada, mas infelizmente foram viver do outro lado do mundo, e isso faz com que a saudade bata diariamente na porta do meu coração.

Criei o blog pelo motivo de gostar de escrever. Não gosto que muitas pessoas tenham acesso, mas gosto de dividir isso com outros blogueiros que entendem o que sinto. Tenho receio que pessoas muito próximas estejam lendo, e as poucas delas que lêem, ás vezes me fazem sentir vontade de fechar (o que já aconteceu com outros blog que eu tinha).
Enfim...é isso que eu tenho pra escrever hoje. Acho que abri bastante meu coração.
Nathalia Faustini
Enviado por Nathalia Faustini em 18/11/2006
Código do texto: T294955
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nathalia Faustini
Londrina - Paraná - Brasil, 29 anos
6 textos (1807 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:41)
Nathalia Faustini