Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU

   Não temo mais a má sorte seja ela advinda daquilo que eu acredito ou não – juízo de mim, faço eu.
Julgamentos não me tornam melhor nem pior do que sou ou já fui.
  Não sigo bula pra viver, mesmo porque não há nenhuma específica que atenda as minhas necessidades, vontades ou vaidades.
 Não me importa mais o que os outros pensam a meu respeito – eles apenas pensam,  mas sou eu quem tenho a exata ciência e consciência de mim.
 Não sigo a cabeça dos outros até porque à mim cabe decidir, já que consequências e circunstâncias cairão sobre mim e minha responsabilidade - errar ou acertar faz parte do espaço da vida entre o viver e o morrer, não tem escapatória.
 Não invejo “posses” até porque de nada adiantaria invejar – o que é do outro é do outro - nunca será meu.
 Meu jeito de ser e meus objetivos a mim interessam, também nisso me agrada ser assim como sou. Gosto de ser colorida, florida, às vezes é interessante experimentar o branco e preto, lá isso também não é de todo ruim, apenas intercalações nas questões da existência humana -
 traduz aprendizado.
 Ninguém é imutável, inatingível, tampouco uma constante. Também sou feita de sonhos, ainda que alguns "pesadelos" me povoem a cabeça, sonhar faz parte, pode ser resultados do "subconsciente? Pode! Mas lá isso é tarefa de Freud.

Gosto de ler. Não escolho meus livros à dedo nem costumo dispensar indicações, tudo vai depender da disponibilidade, do interesse e do momento de atuação. Amo histórias infantis, infanto-juvenis e alguns romances de época. Me interesso pelas narrativas, deleito-me sobre as construções poéticas de Edgar Allan Poe.

Governa-me as emoções que ainda ditam regras, fazem firulas, bagunçam o coreto, mas que me mantém viva!
DI MATOS
Enviado por DI MATOS em 10/11/2017
Código do texto: T6167534
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DI MATOS
São Paulo - São Paulo - Brasil
68 textos (2422 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/17 15:54)