Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SEMENTE ESTÁ GERMINANDO



Sou professora por formação, opção e amor à profissão, não necessariamente nesta ordem de importância.Como válvula se escape, eu pinto quadros, escrevo poesias, faço crochê, dedico-me à informática entre outras coisas.
Em minhas andanças pelas escolas municipais de novo Hamburgo, em 2002, fui para na Escola Municipal Rui Barbosa, mais tarde anexada à Escola Municipal de Ensino Fundamental Pres. Washington Luiz.
Estou escrevendo todas estas informações para situar o querido leitor.No referido ano, tive uma classe de terceiro ano,alunos entre oito e nove anos.
Quando se é professora por currículo de atividades, lecionamos todas as disciplinas.Assim sendo, uma professora formada em Ciências e Matemática, virou uma faz tudo.Que desafio!
Minha primeira idéia foi a de que estes pequenos precisavam aprender a pensar, interpretar e saber expressar-se.Dei muita ênfase à produção de textos, deixando a gramática um pouco em segundo plano.
Foi assim que surgiram os Meninos Escritores do Brasil, que podem ser lidos no site À Aventura de Ilona Bastos (http://geocities.yahoo.com.br/ilonabastos/page400.html).
O ano de 2002, passou e os meninos foram para o quarto ano, onde continuei professora deles, só que nas disciplinas de Ciências e Matemática.Tentei nestas disciplinas incentivar a produção de textos, mas tornava-se um pouco difícil, devido ao caráter das disciplinas.
Em 2004, continuo com a mesma classe, estão no quinto ano (coitados têm que me engolir!).Leciono a eles Língua Portuguesa, matemática, Ciências e Artes.Finalmente, consigo incentivá-los à produção textual, seja porás ou verso.
Há duas semanas, expus aqui no site, poemas dos meninos sob o título de Poesia Inocente.
Hoje, tive o maior presente da minha vida como professora.Uma aluna, Luana Petersen Gomes, chegou pertinho de mim e disse:
_ Professora, eu escrevi para ti! – entregando-me uma folha de caderno bem dobradinha.Como era hora do recreio,abri a folhinha e li o seguinte:
Balançando

Balançando, balançando
Diz a menina
Que gosta de balançar

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de dançar.

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de pintar com lápis de cor.


Balançando, balançando
Diz a menina:
-Gosto de pintar a palavra amor.

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de colorir.

Balançando, balançando
Diz a menina:
- Pois eu gosto de sorrir.

Depois de ler, eu estava muito emocionada.Procurei a menina e perguntei a ela sobre o poema. Ela disse-me;
_ Professora, eu estou aprendendo a gostar de poesias contigo.Tive vontade de escrever e comecei.Esta é a terceira que faço.São todas para ti!
A semente plantada há tempos atrás, começou a germinar.




Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 09/04/2005
Código do texto: T10490

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916683 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:25)
Denise Severgnini