Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Querido Amigo,

Resolvi lhe escrever algumas palavras, que ditas, talvez, nunca sejam ouvidas

Os momentos pelos quais você tem passado ilhado em seus pensamentos, tem deixado sombras que podem ser vistas pelos olhos atentos de quem está por perto, por mais que você pense que não.

As sombras nos enganam e nos denunciam correndo atrás de nós, do nosso lado, ou à nossa frente.

Nós, seus amigos, estamos atentos aos seus movimentos, apenas, esperando  ouvir o seu grito de socorro. 

Na vida, existem momentos em que estamos dentro de um bote inflável em meio a um oceano revolto e a qualquer  movimento mais brusco podemos naufragar. Por isso, peço-lhe calma.  

Nesse momento, é preciso que tenhamos lucidez e sensatez de ficarmos mais quietos esperando as águas se apaziguarem.

Necessário se faz também, silenciarmos a nossa alma para arrumarmos os nossos sentimentos diante de nós mesmos e diante da vida.

Infelizmente, a vida não tem manual. Ela apenas acontece e nos faz mais fortes ou mais fracos diante dos problemas.

Você poderá até me dizer que fui vitíma dela pelo tamanho das tempestades e obstáculos que enfrentei. Mas eu não me sinto assim.

Confesso que por vários momentos tive vontade de desistir e que, algumas vezes, fiz escolhas que nem sempre me agradaram. Mesmo assim, nunca deixei a infelicidade ser timoneira do meu barco. Penso que o momento passa muito rápido e investir apenas nele é uma grande perda de energia.

Você amigo sabe muito bem o quanto você tenta agradar aos outros. E aqui, eu lhe pergunto: QUANTO VOCÊ TEM SE AGRADADO NOS ÚLTIMOS TEMPOS  

Como você, um dia pensei que poderia controlar o caminho dos que amo, principalmente de meus filhos para que nada de mal lhes acontecesse. Entretanto, descobri, a duras penas, que cada INDIVÍDUO tem o seu caminho e o papel de PAIS, FILHOS, MARIDOS e AMIGOS é o de apenas estar disponível quando alguém precisar, ao tropeçar.

Digo-lhe também: JAMAIS, EM QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA, ABANDONE SEUS FILHOS. Os sábios homens rurais dizem que "FIO NUM PRECISA GOSTAR DE PAI I MÃE, MAS PAI I MÃE TEM BRIGAÇÃO DE GOSTAR DE FIO".

Não abandonar, não significa fazer parte o tempo inteiro da história deles. Não somos diretores do roteiro nem da própria vida quiçá, da vida deles. Precisamos é respeitá-los através de nosso sentimento de AMOR, sem que isso precise ser dito o tempo todo. É preciso ser sentido sem reservas, isso sim.

Amigo, quando as tempestades chegam em nossas vidas, elas também atigem quem está a nossa volta e o barulho do trovão provoca maior tensão em alguns do que em outros.

Chegou a sua hora de se olhar de frente e encarar a sua NUA realidade.

Para isso, é preciso ter coragem porque dói muito.

É preciso jogar no lixo toda a sujeirada de seus sentimentos; é preciso colocar remédio nas feridas; é preciso faxinar cada cantinho de sua alma; é preciso se afastar um pouco para poder chorar o quanto for preciso. Tudo isso, para acalmar o seu espírito.

Chegou a hora de você avaliar de como tem tratado os seus sentimentos com relação aos sentimentos dos que estão à sua volta.

É preciso dar valor ao seu dinheiro como resultado de árduo trabalho e não fazer dele instrumento de poder. 

Podemos comprar coisas. Jamais compraremos sentimentos.

O bom da vida é a conquista, é o repartir as nossas alegrias e tristezas, é ter o coração batendo forte com saúde para celebrá-la em todos  os sentidos.

Ninguém tem uma mina de AMIGOS. Amigos são parentes escolhidos. Com amigos podemos até brigar, porque ele vai permanecer do seu lado. Por isso, cuidado.   

FINALMENTE AMIGO, quero lhe dizer que nós, OS SEUS AMIGOS, lhe amamos muito.Críticas sempre virão honestamente e em algumas vezes, até injustamenmte, mas isso faz parte da tentativa de ajuda de cada um. Que você é muito mais importante para todos nós do que lhe possa parecer. Aceitar ou digerir essas críticas nos coloca mais firmes e com os pés no chão.

Terminando de fato, peço-lhe que tenha RAÇA  tenha LUCIDEZ, tenha CORAGEM para se olhar no espelho e dizer: EM ME AMO. 

E todos nós, os seus verdadeiros amigos, também.

            
  

 
Rosa Berg
Enviado por Rosa Berg em 14/02/2006
Reeditado em 14/02/2006
Código do texto: T111692

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Berg
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
509 textos (71875 leituras)
30 áudios (5857 audições)
2 e-livros (2212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:20)
Rosa Berg