Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resposta do Amigo

Oi Lyla, como vai? ao que me parece, tanto o anexo quanto o outro tratam de uma condição: A maneira com a qual você se relaciona com o mundo real, do quanto você aprendeu com os livros... Sei lá, quem é você afinal? Dom Quixote lutando contra moinhos de vento? - Mas até quando? Quando para de tomar os remédios, todos os sintomas da esquizofrenia voltam... A propósito, você assistiu o filme: "Uma Mente Brilhante"? Um história comovente. Confesso que de alguma maneira eu vi minha história contada naquele filme... Minha opinião é que você tem consciência de sua doença mental, mas não sabe ao certo como ela te afeta, e em momentos como este em que alguma coisa se mostra muito estranha, você fica perplexa e acha que alguma coisa está errada, mas alguma coisa está errada o tempo todo, não só agora. Se há cura eu não sei, espero que me perdoe pelo pessimismo, mas só uso essas palavras porque sei que compreenderá além do seu sentido puramente literal.
Se isto serve de consolo, eu ainda estou perdido e os fantasma ainda insistem em me aterrorizar nestas noites de frio e solidão.
Minha querida amiga, me parte o coração vê-la assim, mas, o que posso fazer? Vê se melhora ta? - Beijão e até breve. De seu amigo de sempre Gyrflet
Heli de Abreu
Enviado por Heli de Abreu em 16/02/2006
Reeditado em 15/04/2006
Código do texto: T112467
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Heli de Abreu
Itapecerica da Serra - São Paulo - Brasil, 36 anos
43 textos (5347 leituras)
1 e-livros (64 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:06)
Heli de Abreu