Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ritmo de Agonia

Madrugada triste.
Meu coração parece refletir o descompasso da  minha vida e seu ritmo mudou.
As vezes parece querer parar,em outros momentos explode de alegria,em outros bate tranquilo,mas agora em ritmo de agonia.
Um ritmo  estranho que eu aprendo a conhecer,nunca vivido por ele.
As horas passam...a madrugada avança,ouço o apito do guarda noturno,um cachorro late,outro responde,o meu se empolga,late mais.Sinfonia de cães uivando na madrugada de fevereiro,e eu aqui em ritmo de agonia.
Logo vai amanhecer,mas meu coração, coitado,não sabe disso e  tolamente continuará a sofrer por ti.
Sofrer me faz refletir,que bobagem!
Justo eu tão certinha fui deixar meu coração se perder,em devaneios,ficar sofrendo e sangrando em vão,muito tola.
Penso na vida,meu dia de trabalho,quantas coisas terei que preparar,o corre-corre,as contas à pagar,ah! sem esquecer do plano de saúde,esse para o  coração  é fundamental.
São quatro horas,começo a sentir a brisa fria da madrugada,
puxo o edredom,me aconchego nele,mas ainda faz frio,o cahorro ainda late,ouço o relógio da Igreja,conto as badaladas do sino,e o coração, esse louco coração ainda em ritmo de agonia.
Quem sabe se eu pensar em música,que música seria?
Seria uma marchinha de carnaval.
Estranho,em agonia ouvir musica de carnaval.
Começo a rir na cama,só mesmo eu a rir de meu descompasso.
Isso me relaxa.Canto mentalmente "mamãe eu quero,mamãe eu quero mamar" ...rrssss
Não tem jeito,olho para o lado,você ronca,dorme pesado,quero dormir também.
Viro para o seu lado,agarro sua cintura,sinto seu calor,beijo sua nuca quentinha,me aconchego colocando minha perna na sua perna.Sinto o coração ir acalmando,o cachorro parou de latir.
O sino da Matriz bate cinco horas.
Fecho os olhos.Me sinto ir...
Acho que vou dormir.Agora em ritmo de calmaria.
Beijo.
Syl Signoretti
Enviado por Syl Signoretti em 20/02/2006
Código do texto: T114123

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Syl Signoretti
Itajubá - Minas Gerais - Brasil
933 textos (89325 leituras)
76 áudios (9216 audições)
1 e-livros (309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:08)
Syl Signoretti