Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Procura-se Julieta... de Romeu

      Queria poder espalhar rimas pelo vento e sussurrar em seu ouvido um soneto de amor puro e incrédulo, visto que não nasce nos olhos físicos do constrangimento, mas na entrega de corpos e lábios em uno...
      Para te descrever sentimentos resolvi não usar de versos antes destes já escritos e nem me perder entre palavras rebuscadas... peço a licença poética e de forma lídima apenas serei cúmplice do meu coração e beberei da mesma fonte inspiradora dos poetas, cuja direção me guia o brilho do seu olhar.
       Como posso viver sem ti... se eu sou corpo, tu és meu coração... se sou tempestade, tu és vento... e sem ti apenas sou um ser incompleto, um quebra-cabeça de poucas peças!!! Desde quando te conheci, não me lembro mais como eu era e como consegui viver tanto tempo sem ti...
       É triste um amor que não és correpondido... porém mais triste é não saber onde ele se oculta... é estar cativo esperando a liberdade nos olhos de quem o prendeu... viver a eternidade com apenas a lembrança daquele beijo, daquele corpo... lembranças!
       Quem tu és por detrás desta máscara??? Será que sou apenas um joguete em tuas mãos ou você realmente me queres para ti???
        Espero... espero... espero... diante de uma janela, ao olhar para o horizonte... esperando que estejas de braços abertos de saudades dos meus abraços, repousando em meu ombro e dizendo que encontrara aquilo que sempre buscara...  
Olimpio
Enviado por Olimpio em 21/03/2006
Código do texto: T126164
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Olimpio
Ribeirão do Pinhal - Paraná - Brasil, 31 anos
2 textos (290 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:32)