Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que lhe é

O que lhe é, és assim
longiquo,distante
             e de tão perto
dói eternamente meu peito
                               vivante
Eu vivo.
     Insisto em convencer-me que só existo
                                    que é só um sonho.
                                     uma ilusão irreal.
As verdades me rodeiam
     pedem saciação
pois nenhum ser consiguirá
     ser e não ser
             ao mesmo tempo.
Ele entraria em loucura
   um estado colapsal
que o levaria a morte de si mesmo
 por não entender nem o que é a vida
                                o que é a morte.
        Seu presente é vago.
E mesmo não querendo que fosse assim.
                                              assim és.

-Até quando segurar a história bela
       se preciso do corpo para viver enfim.
Enfim não posso usá-lo só para a fuga.
 Ele me pede que seja A Fuga então
                                              de uma vez para mim.
Choramos pois lamentamos.
Enganamos a dor que insiste em arder sigilosa.
Um dia te absolverão de tua loucura e sã e salvo poderás percorrer no Jardim Sagrado e comungar com os Anjos.
Amélia
Enviado por Amélia em 24/04/2005
Código do texto: T12858
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Amélia
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 32 anos
1 textos (150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:58)