Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sentimentos

   Certas vezes, a vida chega a um ponto que nenhum de nos esperamos. O que será de nós quando puder ver os problemas que nos cercam, quando será que nos, na nossa reles condição humana, entenderemos que não importa o que aconteça, nossa vida sempre será cercada de felicidades e tristezas, nunca poderemos entender porque tantas coisas ruins acontecem? Agora mesmo, estou aqui expressando meus sentimentos em uma simples folha de papel, pois não posso falar com ninguém, infelizmente vi que quanto maior o problema, com menos pessoas posso contar para resolvê-lo junto a mim. Acho que a pior das coisas e quando as pessoas que você menos espera que lhe traga problemas causam algo tão grande, que possa abalar sua vida como uma furação abala a estrutura de uma casa, que pode ser reconstruída, mais nunca ficara como fora um dia. O tempo passa, e o que passou não volta, fica apenas como passado, mais porque será que é tão difícil de aprender com o passado? Porque é tão difícil trazer a tona o passado mesmo que seja para melhorar o nosso presente e quem sabe o futuro?! Acho que talvez eu tenha descoberto a resposta dessa pergunta. Temos medo do que pode acontecer, pois as feridas se fecham mais se tivéssemos como tirar o nosso coração do peito, o veria cheio de marcas, feridas fechadas, mais que mesmo assim, prontas para serem reabertas por simples lembranças do passado. Temos medo que o sangue do nosso corpo, de entrarmos em depressão e assim quase morrer de dor.

   Valerá a pena morrer por esta causa? E que causa será esta que nos tortura tanto? Será que existe algo que valha seus seis litros de sangue saindo em forma de lagrimas, derramados por alguém? Sei que é difícil acreditar, mais para mim, vale passar por tudo isto. Quem sabe um dia você que esta lendo entenda o que eu escrevo, um dia entenda o que estou sentindo agora, e veja que e bom isto, que mesmo desejando a morte tantas vezes no mesmo dia, mesmo chorando de desgosto e culpa toda hora, sei que vale a pena, pois sei que isto é amor.

   Não falo do amor apenas como aventura, não falo daquele amor de namorados apenas, estou falando de um amor maior que qualquer sentimento, maior que a honra de viver, maior que o descanso de morrer. Amor de um filho pelos pais, amor de uma criança pelo amigo imaginário, o amor que uma avó sente ao ver seu neto lhe pedir sue bênção pela primeira vez, este amor incondicional que nada pode tirar, e que não pode ser trocado por nada. Acho que é este amor que descobri há pouco tempo, uma coisa que eu mesmo infelizmente admito não dava valor ate quase descobrir talvez tarde demais que vale mais que minha existência. Acho que este é um sentimento tão grande, que nunca tinha percebido senti-lo tão fortemente, algo tão bom que pode preencher qualquer espaço causado por brigas bestas, ou ate algo grave que venha a acontecer, falo eu aqui, que não quero perder algo que e a minha vida. Será que um dia eu poderei voltar a ser parecido com antes? Será que mereço? Queria poder voltar no tempo para poder consertar besteiras feitas, pra poder pedir desculpa as pessoas que magoei mais cedo do que estou pedindo agora. Acho que eu estou fazendo agora um ato nobre, mesmo que não adiante, posso tirar o peso da consciência para poder alguma vez dizer que fiz algo certo ao invés de apenas dar mancada, de fazer burrada, de errar tanto em minha vida, pois sei que infelizmente algumas vezes isto pode acabar interferindo na vida dos outros também. Li um que recomendo "Quem mexeu no meu queijo?" que me abriu os olhos, e vê que não posso esperar que as coisas quando mudam, voltem ao lugar um dia, se eu apenas ficar parado olhando para o vazio.

   Tenho que mudar também, para melhor, para poder me sentir bem comigo mesmo, e fazer andar pra frente. Espero que tudo isto escrito aqui, m possa concertar alguma coisa, e dar o primeiro passo para dentro do labirinto que é a nossa vida, procurando um caminho correto para tudo o que possa me fazer feliz, desta vez espero que sem prejudicar a ninguém. Agradeço por me aturar ate aqui, e espero que as pessoas que amo, possam entender o que tento expressar desta forma.
Muba
Enviado por Muba em 01/05/2006
Código do texto: T148197
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Muba
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 27 anos
5 textos (521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:22)
Muba