CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Carta de despedida a um amigo

Amigo,

Infelizmente não pude esperá-lo pra me despedir , devo dizer que não me sinto bem em  lhe escrever estas linhas, pois você, meu amigo, tornava o ambiente um pouco melhor do que aquilo que eu não conseguia mais suportar.

Estou um pouco confusa, nem sei por onde começar, posso começar dizendo que de repente comecei a pensar em mim. Você sabe, muitas vezes conversamos e nessas conversas nunca escondi a insatisfação que sentia. Um belo dia, tomei coragem e resolvi indagar sobre as possibilidades de crescimento, com esperança de uma resposta positiva......mas foi em vão, infelizmente, não ouvi coisas encorajadoras.

Recusei agir com passividade, agir como se nada tivesse acontecido. Lembrei daquela estória da mosca que cai no prato de sopa e a gente, tentanto salvar a parte não atingida , simplesmente empurra o inseto para fora do prato, então, de colheradas em colheradas procura esquecer o ocorrido, até que um  dia ela cai de novo..... Um dia vai tudo para o lixo.

Hoje é meu último dia aqui, mas, por incrível que pareça, me sinto bem, sinto que um horizonte está se abrindo pra mim. Imaginar que vou aprender coisas novas, em vez daqueles blocos de concretos imutáveis de todos os dias,  faz com que me sinta melhor. Acho que às vezes subestimamos nossas potencialidades.

Amigo, tomar esta decisão não foi fácil, ainda mais nos dias de hoje, mas cheguei à conclusão que devo me valorizar, sei que será difícil no começo, mas, sinto que estou fazendo a coisa certa, preciso recuperar minha auto estima e o brilho há tempos perdidos.

Acho que é isso, cheguei num ponto que não deu mais para suportar. Percebi, também,  que este não é um lugar  muito diferente de outros que existem por aí. O que esperar de um lugar que não oferece perspectivas. Aqui, também precisamos dos famosos QIs (os quem indica), quem não os tem, não é “nada e ninguém” como a gente, às vezes, costumava brincar.

Felizmente fiz muitos amigos e você é uma das pessoas especiais que conheci. Outra pessoa especial em minha vida é meu marido que me dá força e quer que eu volte a brilhar. Percebi que estava priorizando coisas em minha vida numa ordem meio esquisita e meu casamento não estava no topo das prioridades, percebi que estava errando. Mais uma vez agradeço a Deus por me fazer perceber isso.

Não planejei fazer isso na sua ausência, foi um estalo que me deu e senti que era o momento. Não quero perder contato. Os amigos são as únicas coisas que realmente ficam. Desejo de coração  que você alcance seus objetivos, pois com certeza você nasceu para brilhar.

Lembre-se, nunca deixe que alguém ou alguma coisa apague o seu brilho. Descobri que somos os únicos a permitir que algo nos aconteça, mas graças a Deus, temos a chance de escolher o melhor e lutar por isso, mesmo que isso demande mudanças significativas em nossas vidas. O sonho de conseguir já é conseguir.

Entrarei em contato. Diferentes coisas ou as mesmas de sempre serão ditas. Por isso lhe antecipo esta.

Com carinho
Flávia
Flavia Aguiar
Enviado por Flavia Aguiar em 25/03/2009
Reeditado em 15/08/2009
Código do texto: T1505973

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Flávia Aguiar e o site Recanto das Letras"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Flavia Aguiar
Campinas - São Paulo - Brasil, 40 anos
15 textos (36280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/04/14 23:59)