Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ainda bem

 olá,sabe,tenho pensado muito em voce, mesmo tendo visto o seu lindo rostinho tão poucas vezes nos ultimos tempos,na verdade, foi bom ter sido obrigado por uma bacteria idiota a ficar no meio do mato, contando bois(rindo.)Voce sabe claro que não sou alguem muito sozinho,mas,parece que no meio daquele silencio todo,aonde eu tinha tempo de sobra para pensar,eu acabei me desligando de tudo, não havia uma agenda para cumprir, horário obrigatório, assuntos pendentes etc.e acabei descobrindo algo incrivel, sensacional mesmo, sumiu tudo...menos voce.todo dia, quase toda hora,(mesmo no meio do meio do mato é preciso dormir)eu ficava pensando em como ela é linda e tão terna, e tão inteligente, e tão delicada e ainda por cima me achava especial.porque pelo que sei não é qualquer um que consegue a sua atençao.e custei a imaginar que pudesse realmente ter alguma importncia para voce,mas, naquele dia,naquele domingo a noite, pude ver que não, suas palavras foram tão claras e sinceras que me vi feliz.pois então,nem tudo que está na  mente está no coração, mas o que consegue ficar no coração a mente não esquece não é mesmo? você está no meu coração,e estou feliz por descobrir isso, e queria logo que voce soubesse.eu te amo.
paraense
Enviado por paraense em 25/05/2006
Código do texto: T162618

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
paraense
Belém - Pará - Brasil
70 textos (3387 leituras)
1 e-livros (42 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:50)
paraense