Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando acaba a ilusão



Às vezes, quando tudo parece perdido e cada direção aponta para um caminho sem saída, é preciso, muito mais do que antes, acreditar no que ainda resta do melhor que permanece intacto, guardado num lugar seguro, cercado pelos altos muros que rodeiam a compreensão. É imprescindível a coragem para um recomeço desejado e necessário.

Muito tempo ficou perdido diante do tempo que tenho agora. E tempo não se recupera. Passou, é passado. Do ontem até o daqui a pouco mais ainda é o que pode ser mudado, transformado em outras histórias e sentimentos que não param de aflorar. Não há tempo para lamentações. A vida pede presença.

Andei perdido num mundo de sonhos e fantasias, idealizando espaços que nunca foram preenchidos, enfeitando janelas que nunca foram abertas e colorindo portas que estiveram por muito tempo trancadas. Nos quintais de meus sentimentos, as tempestades fizeram uma densa lama e nada mais foi tão perfeito... nada mais.

Desfeita a farsa que nada estabelece, mesmo triste, busco a força que movimente meus passos. Não cultuo a dor da decepção por mais de um dia. A sofrer por um falso amor, prefiro esquecer o que não passou de ilusão no calor de outros braços.


LEÃO FERIDO
Enviado por LEÃO FERIDO em 10/09/2009
Reeditado em 18/04/2013
Código do texto: T1801857
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LEÃO FERIDO
Campillo De Aragón - Aragon - Espanha
160 textos (21845 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/11/14 03:28)
LEÃO FERIDO



Rádio Poética