Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sara, minha sala . . .


        Sara,
       Poucas letras que de muito significado possui,
     me arriscaria até soletrar: Sensivel Armadura
     Rara Alma; Me ocorreu uma simples semelhança de
     Sara com sala, sabe?, aquele lugar onde encontra-
     mos o sofá, que pelo seu conforto nos permitimos
     ser engolidos pela sua informalidade permeio almofadas,
     e que por escolha ou não, deixamos de encontrar
     a tão rotineira cama, que através do apelo corpo
     tem a obrigação de fazer viajar a alma; Também lá
     podemos encontrar às vezes jogados os livros que
     detém o poder nos transportar à outra realidade
     de um modo ... "travelling without moving" ; e os
     cd's, que não raro encontramos perdidos em outras
     capas, e entre timbres, silêncio e melodias, transmite
     ao vizinho mais próximo como nos levantamos naquela
     manhã de sábado; sem falar na sala de jantar que
     quando a comida tem aquele tempero diferente, mesmo
     satisfeito se sente o desejo . . . de comer.
       Isto é, a sala é o que faz a casa, se não ela não           existe refúgio.
     
AMoreira
Enviado por AMoreira em 06/07/2006
Código do texto: T188353

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (AMoreira http://www.recantodasletras.com.br/autores/amoreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AMoreira
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 39 anos
22 textos (858 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:21)
AMoreira