Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vinicius

Fecho meus olhos e é só em você que consigo pensar. Ainda tenho na memória o seu olhar. Sua boca falando comigo, vindo ao encontro da minha. Ainda vejo você me olhando, me tocando. Sinto sua mão sobre o meu rosto. Seus dedos tocando minha boca. Carinho como nunca tive. Vontade de dormir nos seus braços e acordar com seu beijo cheio de vontades. Lembro do seu sorriso, mesmo tendo sorrido pouco pra mim. Suspiro e sinto seu cheiro, sua pele. Deito e imagino você sobre mim. Beijando cada pedacinho do meu corpo. Com tesão. Com calma. Com vontade. No momento eu chamo isso tudo de saudade (das coisas boas) porque na verdade não tem rótulo, é sentir, é deixar vir à mente mesmo me esforçando pra esquecer. Você faz isso comigo e eu nem sei porquê. Quero esquecer. Chega! Mas ao mesmo tempo queria viver tudo de novo. Andar pelo shopping olhando vitrine e falando besteira. Tomar um chopp e rir até a noite acabar. Passar pelas ruas da cidade ouvindo músicas. Olhar a fachada do seu prédio e sempre ter algo pra te deixar. Ah como eu queria que voltasse o dia em que te vi parado na porta de casa, me olhando de um jeito que nem sei explicar. Você me guiando. Jantares. Encontros. Filmes. Beijos. Sua mão acariciando a minha. A vergonha. Os beijos no meio da rua, nos estacionamentos... Na frente do segurança. Seu jeito cara de pau e ao mesmo tempo sério e responsável. Saudades de me sentir uma menina indefesa ao seu lado e ter a certeza de que o seu abraço me salva do mundo. Das mensagens, das ligações pra saber se cheguei bem. Dos elogios. E principalmente, saudade de ter você 100% do meu lado. Mesmo que eu não queira, com você é diferente, tão diferente que dói e isso eu não quero. Podia separar os momentos bons de você. Vivenciá-los com outras pessoas, mas pensando assim eles ficam sem graça. Porque a graça está em você. No seu beijo. No seu abraço. No seu corpo. Nos seus olhos. Agora dou risada com outras coisas, me engano sorrindo pra um mundo que eu ainda estou descobrindo. Começo a ver graça em mim, mas no fundo ainda encontro ela em você.
Fernanda Karina Seixas
Enviado por Fernanda Karina Seixas em 19/07/2006
Código do texto: T197350
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Karina Seixas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 35 anos
9 textos (358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:52)
Fernanda Karina Seixas